O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Copa do Mundo

Tim Weah, autor do gol dos EUA, é filho de ex-craque do PSG

Tim Weah - Estados Unidos
Foto: Divulgação/Twitter da Copa do Mundo

Atacante é filho de jogador que foi o melhor do mundo em 1995

Os Estados Unidos empataram com País de Gales por 1×1, nesta segunda-feira (21), na abertura da Copa do Mundo. E o autor do gol foi Tim Weah, filho do ex-craque George Weah.

O pai do atleta americano foi eleito o melhor jogador do mundo em 1995, quando atuava pelo PSG. Contudo, ele nunca jogou uma Copa do Mundo por ser da Libéria, que sempre teve poucas chances de classificação.

Tim Weah nasceu e cresceu nos Estados Unidos. Enquanto George Weah atualmente é presidente da Libéria.

O atacante norte-americano começou nas categorias de base do PSG. Na sequência, passou por Celtic e atualmente defende o Lille.

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Futebol Internacional

Curtis “Toyz”, campeão do Worlds com a Taipei Assassins em 2012, foi preso acusado de tráfico de drogas no Taiwan

Série B

Um dos maiores campeonatos de eSports do mundo, no Warzone é palco de diversos casos de hackers, sendo um deles até o campeão

Futebol Internacional

A desenvolvedora do jogo Riot Games anunciou novas medidas de penalidades para jogadores AFK nas partidas de LoL

Futebol Internacional

Cotada como underdog, a EDG venceu a favorita DWG por 3-2 e faturou seu primeiro título mundial na final mais assistida da história