O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Manchester United

Cristiano Ronaldo explica motivo de ter abandonado jogo do United antes do fim

Cristiano Ronaldo
Foto: Reprodução/Twitter/ManUtd

Cristiano Ronaldo utilizou as redes sociais para explicar o motivo de ter deixado Old Trafford antes do final na vitória do Manchester United contra o Tottenham. De acordo com o craque português, o ‘calor do momento’ fez com que ele deixasse o estádio, mas ressaltou o foco no clube.

“Comecei muito jovem, os exemplos de jogadores mais velhos e experientes sempre foram muito importantes para mim. Por isso, mais tarde, sempre tentei dar o exemplo para os jovens que cresceram em todas as equipes que representei. Infelizmente, isso nem sempre é possível e às vezes o calor do momento leva a melhor”, postou em uma rede social.

CR7 foi punido pelo Manchester United e está fora do jogo contra o Chelsea. Mas ainda na postagem, o craque afirmou que estará junto ao clube novamente.

Confira a postagem completa de Cristiano Ronaldo

“No momento, sinto que tenho que continuar trabalhando duro em Carrington, apoiar meus companheiros de equipe e estar pronto para tudo em qualquer jogo. Ceder à pressão não é uma opção. Nunca foi. Este é o Manchester United, e unidos devemos permanecer. Em breve estaremos juntos novamente”, completou Cristiano Ronaldo.

Como sempre fiz ao longo da minha carreira, tento viver e jogar respeitosamente com meus colegas, meus adversários e meus treinadores. Isso não mudou. Eu não mudei. Sou a mesma pessoa e o mesmo profissional que fui nos últimos 20 anos jogando na elite do futebol, e o respeito sempre desempenhou um papel muito importante no meu processo de tomada de decisão.

Comecei muito jovem, os exemplos de jogadores mais velhos e experientes sempre foram muito importantes para mim. Por isso, mais tarde, sempre tentei dar o exemplo para os jovens que cresceram em todas as equipes que representei. Infelizmente, isso nem sempre é possível e às vezes o calor do momento leva a melhor.No momento, sinto que tenho que continuar trabalhando duro em Carrington, apoiar meus companheiros de equipe e estar pronto para tudo em qualquer jogo. Ceder à pressão não é uma opção. Nunca foi. Este é o Manchester United, e unidos devemos permanecer. Em breve estaremos juntos novamente”

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Mercado

Atacante de 33 anos estava no futebol chinês O atacante Henrique Dourado tem um novo clube para a sequência da sua carreira. Nesta terça-feira, o...

Flamengo

Treinador argentino evita falar em reforços e garante foco em recuperar time na La Liga e Champions League O técnico Jorge Sampaoli tem o...

Mercado

Peruano terá 1ª experiência no país O dia está agitado para o Racing Club. Depois de garantir o título da 1ª edição da Supercopa da...

Futebol

Último clube do treinador foi o Atlético-GO, em 2020 Após três anos longe da área técnica, o treinador Cristóvão Borges está de volta ao futebol....