O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Futebol

Rogério Ceni: A história de um campeão

Rogério Ceni, acenando com o braço direito, vestindo camisa da comissão técnica do São Paulo, preta, com o escudo do time.

Saiba mais sobre a história do ex-goleiro e atual treinador do São Paulo que já marcou história no futebol

O nome de Rogério Ceni está marcado como um dos grandes personagens do futebol brasileiro nos últimos anos. Na época de atleta foi considerado um dos maiores ídolos da história do São Paulo. Como técnico, tem uma carreira ainda pequena, mas promissora.

Rogério Mücke Ceni nasceu em Pato Branco-PR, em 22 de janeiro de 1973. Apesar de ser paranaense, ele cresceu no Mato Grosso. Assim, seu 1º clube como atleta foi o Sinop-MT. Aos 17 anos foi contratado pelo São Paulo no dia 7 de setembro de 1990.

Rogério Ceni estabeleceu inúmeras marcas no São Paulo. Foram 1.237 jogos com a camisa do tricolor paulista. Cobrador oficial de faltas, marcou 131 gols. Ao todo, foram 25 anos no clube. A aposentadoria aconteceu em outubro de 2015.

Jornal revela nomes de jogadores que 'apoiam' permanência de Rogério Ceni no Flamengo

Rogério Ceni é o maior goleiro artilheiro da história

A principal marca da carreira de Rogério Ceni são os 131 gols marcados. Olhando apenas o número já dá pra imaginar que é muito. Entretanto, pra ter noção do real tamanho desse número, é preciso comparar com o que fizeram os outros goleiros artilheiros.

Rogério Ceni ocupa o topo da lista. Nenhum outro goleiro marcou tantos gols na história do futebol mundial. Ele marcou 69 gols de pênalti e 62 gols de falta. Muitos desses gols foram decisivos.

O 2º maior goleiro artilheiro do futebol é um dos maiores ídolos da história do futebol paraguaio. Chilavert tem 62 gols marcados na sua carreira. Ou seja, menos da metade do que Rogério Ceni conseguiu. Durante muitos anos, o recorde de Chilavert parecia inalcançável.

Goleiro tem uma carreira vitoriosa no São Paulo

Rogério Ceni ganhou uma oportunidade no time principal do São Paulo aos 19 anos por causa de um motivo trágico: a morte do goleiro Alexandre em um acidente de carro. Com isso, virou 3º goleiro do time comandado pelo saudoso técnico Telê Santana. Desde então, colecionou títulos pelo Tricolor paulista. Foram 18 conquistas, sendo 12 como titular. 

Rogerio Ceni - goleiro do São Paulo Futebol Clube | Pulsar Imagens | Banco imagens do Brasil

O título mais importante foi o Mundial de Clubes de 2005, conquistado com uma vitória por 1 a 0 contra o gigante inglês Liverpool. Naquele mesmo ano, Rogério Ceni também liderou o São Paulo no título da Libertadores. Foi a última vez que o Tricolor paulista ganhou a Libertadores e também o Mundial.

Nos 3 anos seguintes, o São Paulo foi soberano no país. A equipe era praticamente imbatível em competições de pontos corridos. Assim, foi tricampeã brasileira, em 2006, 2007 e 2008. Nos 3 anos, Rogério Ceni foi um dos grandes nomes do São Paulo.

Rogério Ceni ganhou prêmios individuais como goleiro

As defesas e os gols de Rogério Ceni levaram o goleiro a ganhar uma série de prêmios individuais. Em 2005, ano em que ganhou a Libertadores e o Mundial de Clubes, o atleta foi escolhido o melhor goleiro do mundo pela Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation (RSSSF), organização que registra dados estatísticos.

Goleiros artilheiros: saiba quem são os 10 que já marcaram gol durante uma partida

Rogério Ceni também foi considerado o craque do Campeonato Brasileiro em 2 edições seguidas: 2006 e 2007. Além disso, pela RSSSF, foi escolhido melhor goleiro do Brasil em 2002, 2003, 2005 e 2006.

Em 2005, ano de ouro de Rogério Ceni, ele foi escolhido o melhor jogador do Mundial de Clubes, o melhor jogador da final do Mundial de Clubes, o melhor jogador da Libertadores e o melhor jogador da final da Libertadores.

Ceni vestiu a camisa da Seleção Brasileira, mas sem o mesmo protagonismo

No currículo de Rogério Ceni está o título da Copa do Mundo de 2002. Naquele Mundial ele não chegou a jogar. Convocado para compor o grupo, foi o 3º goleiro do Brasil naquela campanha vitoriosa. O titular, Marcos, acabou sendo um dos grandes destaques do Brasil na Copa.

Ceni voltou a ser convocado para um Mundial. O jogador fez parte do grupo que disputou a Copa de 2006. Era o 1º reserva de Dida e chegou a jogar uma partida do Mundial ao substituir o titular aos 36 minutos do segundo tempo na goleada de 4 a 1 sobre o Japão.

Ao todo, Rogério Ceni disputou 17 jogos com a camisa da Amarelinha. Porém, não marcou gols e nem conseguiu uma sequência de partidas. A 1ª foi um amistoso contra o México em 1996. O último foi justamente contra o Japão, na Copa do Mundo de 2006.

Rogério Ceni na Seleção Brasileira ~ O Curioso do Futebol

Como técnico, Rogério Ceni tem missão difícil no São Paulo

A idolatria da torcida do São Paulo abriu as portas para Rogério Ceni começar sua carreira de técnico justamente no clube paulista. Em janeiro de 2017, ele estreou no cargo comandando o time na Florida Cup. Venceu o Corinthians na final e conquistou o 1º título como treinador.

Mas a vida do ex-goleiro não foi fácil depois da estreia vitoriosa como técnico. Sob seu comando, o São Paulo mostrou muitas oscilações. Assim, Ceni foi demitido depois de uma derrota para o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro.

Passagem vitoriosa pelo Fortaleza

Em novembro de 2017, Rogério foi anunciado como novo técnico do Fortaleza. Em 2018, comandou o time cearense para o título da Série B. Mantido para o ano seguinte, foi campeão em 2019 do Campeonato Cearense e da Copa do Nordeste.

Mais uma vez? Em busca de jogadores do Fortaleza para o São Paulo, Rogério Ceni repete o que tentou no Flamengo

Após o sucesso no Fortaleza, Rogério Ceni foi contratado pelo Cruzeiro. No entanto, a passagem pelo time mineiro não foi boa. O ex-goleiro foi demitido menos de 2 meses após assumir o cargo, após uma sequência de 5 jogos sem vitória.

Ceni voltou para o Fortaleza em setembro. Além de conseguir assegurar a permanência do Tricolor cearense na Série A, também classificou a equipe para a Sul-Americana. Depois de mais uma temporada no Fortaleza, assumiu o Flamengo em novembro de 2020.

Fazendo história no Flamengo

No ano seguinte, Rogério Ceni fez história ao ser campeão brasileiro pelo Flamengo. Dessa forma, entrou para um grupo seleto de atletas que ganharam o Brasileirão como atleta e como técnico. Ainda em 2021, Ceni foi campeão carioca e campeão da Supercopa do Brasil. Mas como o time não estava empolgando no Brasileiro, acabou sendo demitido em julho.

Ex-jogador aponta Rogério Ceni como futuro treinador da Seleção Brasileira: "Vai ser logo" - Flamengo - Notícias e jogo do Flamengo - Coluna do Fla

De volta ao São Paulo

Assim, em outubro do ano passado, Rogério Ceni voltou ao São Paulo. A missão era tentar liderar a equipe a mais um título brasileiro. Com a competição chegando na reta final, esse objetivo terá que ficar para 2023. Isso se ele continuar no clube.

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Mercado

Atacante de 33 anos estava no futebol chinês O atacante Henrique Dourado tem um novo clube para a sequência da sua carreira. Nesta terça-feira, o...

Flamengo

Treinador argentino evita falar em reforços e garante foco em recuperar time na La Liga e Champions League O técnico Jorge Sampaoli tem o...

Mercado

Peruano terá 1ª experiência no país O dia está agitado para o Racing Club. Depois de garantir o título da 1ª edição da Supercopa da...

Futebol

Último clube do treinador foi o Atlético-GO, em 2020 Após três anos longe da área técnica, o treinador Cristóvão Borges está de volta ao futebol....