O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Basquete

Posições no Basquete: Saiba como montar um time

Quadro tático que replica quadra de basquete, com 5 bolinhas laranjas representando um time e mais 5 bolinhas azuis representando outro time

O basquete é um jogo marcado por velocidade e estratégia e cabe a 5 jogadores de cada time fazer essa dinâmica funcionar da melhor maneira 

Jogo rápido e estratégico. É assim que funciona o basquete. Para que um time tenha sucesso, os seus 5 atletas em quadra precisam ser assertivos e ter características que fazem toda a diferença. Você conhece todas as posições no basquete?

Sabe quais são as funções de cada posição dos jogadores de basquete em quadra? Continue lendo este texto do Jogo Hoje e fique por dentro de tudo sobre este assunto. 

O jogo de basquete

No basquete, cada segundo conta. Em quadra, os jogadores correm bastante de um lado para o outro. As jogadas sempre começam no campo de defesa, avançando ao de ataque.  

As equipes têm tempo cronometrado para ultrapassar a metade da quadra e fazer o arremesso. Dessa maneira, a estratégia precisa ser a melhor para chegar na área de ataque e arremessar com assertividade. 

Quando pensamos em basquete é comum lembrarmos de atletas bem altos e fortes. Apesar disso, sempre houve espaço para os “baixinhos” no jogo da bola laranja. Neste caso, exercendo, quase sempre, a função de armador. 

Antetokounmop, do Milwaukee Bucks, tenta o rebote, durante jogo contrao Phoenix Suns, nas finais da NBA 2021.

Com a modernização do jogo, como acontece em qualquer esporte, alguns detalhes mudaram. Características físicas e habilidades que antes era padrão para determinada posição, já não funcionam exatamente do mesmo jeito. 

Por exemplo, os arremessos de 3 pontos eram feitos com mais frequência pelos armadores e ala-armadores. Enquanto os pivôs, jogadores mais altos, se encarregaram de jogar dentro do garrafão, pegar rebotes e dar tocos. 

Nos últimos anos, principalmente na NBA, a principal liga de basquete no mundo e, por isso, também principal influenciadora técnica da modalidade, os arremessos de 3 pontos se tornaram ainda mais frequentes no jogo. 

Ou seja, os jogadores mais altos também passaram a precisar fazer arremessos de longa distância. 

Quais são as posições no basquete e suas funções?

É comum em transmissões de jogos de basquete ouvir os comentaristas se referirem às posições de jogadores por números de 1 a 5 – assim como os técnicos também fazem. Cada número é associado a uma posição. 

Armador, ala-armador, ala, ala-pivô e pivô são as 5 funções de jogadores em um time de basquete. 

Cada posição tem atribuições específicas e é esperado que o jogador para cada uma delas também possua características físicas e habilidades que contribuam para o desempenho. 

 

Quantas posições tem um time de basquete?

Como o basquete é um esporte dominado pelos Estados Unidos, também vale destacar os termos em inglês que se referem às posições dos jogadores. 

Cada time entra em quadra com 5 jogadores, que são: Armador ou Point Guard (PG), Ala-armador ou Shooting Guard (SG), Ala ou Small Forward (SF), Ala-pivô ou Power Forward (PF) e Pivô ou Centre (C). 

Conheça mais sobre as posições no basquete, suas funções e características. 

Armador ou Point Guard (PG)

O armador é o arquiteto das jogadas em um time de basquete. Esse jogador precisa ter habilidade estratégica, afinal, cabe a ele criar jogadas e tomar decisões em frações de segundos. 

Normalmente esta é a peça do time que conduz a bola a partir da área de defesa para a de ataque. Sendo o responsável pelo nascimento de praticamente todas as jogadas, ele precisa ser capaz de pensar no melhor movimento para cada situação. 

Stephen Curry, armador do Golden State Warriors, arremessando da linha de 3 pontos, em jogo da NBA.

Ala-armador ou Shooting Guard (SG)

Esse é o jogador que tem a função de apoiar o armado. Durante o embate de ataque x defesa, é comum que o time que está se defendendo tente impedir que o armador conduza a bola até o ataque. É assim que se tenta desarmar um esquema ofensivo. 

Dessa maneira, o ala-armador assume o papel do armador principal, dando apoio para organizar o time e concluir jogadas de ataque. 

Ala ou Small Forward (SF)

O ala tem funções bem parecidas com as do armador. Claro que o time inteiro deve estar atento e lendo o jogo constantemente, mas estrategicamente essas peças precisam ter atenção redobrada. 

Depois que o armador monta a jogada e leva a bola para o ataque, o ala deve conseguir se infiltrar no garrafão. Ainda, cabe a dupla ala e ala-armador fechar os contra-ataques. 

É função do ala disputar rebotes, o que também é trabalho dos alas-pivô e pivôs. Quase como um coringa da equipe, o ala atua na maioria das posições e deve ser um especialista nos arremessos de média e longa distância. 

Na movimentação do jogo, essa peça pode ter a chance ou a necessidade – dependendo do cronômetro – de chutar antes que a equipe consiga levar a jogada ofensiva para dentro do garrafão. 

Lebron James, jogador do Los Angeles Lakers, no momento imediato após enterrada de bola em jogo da NBA.

Ala-pivô ou Power Forward (PW)

Este é o líbero do basquete. Os jogadores desta função costumam estar entre os mais altos da modalidade e precisam ter outras características importantes.

Arremessos precisos, bastante força física para disputar a bola e se impor dentro do garrafão, além do indispensável domínio dos fundamentos para garantir o cumprimento da estratégia ofensiva do time. 

Pivô ou Centre (C)

O pivô é o jogador que atua mais próximo da cesta, seja na defesa ou no ataque. Costumam ser os jogadores mais altos do time. Durante o jogo, se posicionam para ter sempre a chance de arremessar. 

Também é função dos pivôs brigar por rebotes para, no jogo ofensivo, converter em ponto e, no jogo defensivo, recomeçar as jogadas. 

Bam Adebayo, pivô do Miami Heat, segura a bola dentro do garrafão, enquanto é marcado por Lebron James, em jogo da NBA.

História do Basquete

O basquete é um esporte que nasceu na cidade de Springfield, em Massachusetts, nos Estados Unidos. 

O idealizador do esporte foi o professor de Educação Física James Naismith, em 1891. James era professor da Associação Cristã de Moços. 

No princípio, o objetivo do basquetebol era jogar a bola em um cesto que ficava suspenso nas duas extremidades da quadra. 

Com o passar dos anos, modificações foram feitas até chegar ao modelo com regras atuais. 

Apesar da maior popularidade do futebol americano e do beisebol na época, o basquetebol ganhou forças devido a impossibilidade de praticar esportes ao ar livre, por causa do frio. 

A Federação Internacional de Basquetebol (FIBA) é a organização responsável pelas regras do esporte. 

Dessa forma, suas determinações acerca do basquete valem para todos os países, menos para a NBA (Liga Profissional dos Estados Unidos), que tem suas próprias regras. 

Regras do Basquete: Quadra, Tempo de Jogo, Pontuação, Posse de Bola e Punições

O propósito do jogo é garantir o maior número possível de bolas encestadas.  Dessa maneira, o time vencedor é aquele que, no fim da partida, tem o maior número de pontos. 

Quadra

O jogo é praticado em uma quadra em formato retangular, com medidas de 28 m de comprimento por 15 m de largura. Os cestos ficam exatamente nas duas extremidades da quadra, em uma altura de 3,05 m do chão. 

Desenho de quadra de basquete, vista de cima.

Tempo de Jogo

As partidas são disputadas em 4 ‘quartos’ (períodos), divididos em 2 tempos. Uma pausa de 15 minutos acontece o 2º e o 3º tempo, assim como a inversão de lado de jogo pelas equipes. 

Sempre que o jogo é parado ou a bola sai da quadra, o cronômetro da partida é congelado.  Em caso de empate no tempo normal de jogo, é realizada uma prorrogação de 5 minutos.

Assim, se o empate se mantiver na prorrogação, outra prorrogação de mais 5 minutos é feita, subsequentemente, até que uma das equipes vença. 

Pontuação

No basquete, a pontuação acontece da seguinte maneira: Assim que a bola entra no cesto, o ponto é computado. 

  • Para cada arremesso obtido por meio de uma falta sofrida (arremesso de lance livre), é computado 1 ponto, caso o lance livre seja convertido.
  • Para arremessos convertidos em pequena / curta distância, ou seja, dentro da delimitação de 6,75 metros, 2 pontos são garantidos.
  • Já para arremessos acertados fora da delimitação de 6,75 metros, 3 pontos são alcançados.

Posse de bola

No basquete, a bola é jogada com as mãos. Dessa maneira, o jogador não pode andar caso esteja com a posse da bola, nem manter o contato da bola com pés ou pernas, nem driblar a bola com as mãos, ao mesmo tempo. 

Além disso, o jogador que está e sua zona de ataque com a posse da bola, não pode recuar a mesma para a zona de defesa. 

O tempo máximo que uma equipe que está com a posse de bola pode passar é de 24 segundos para lançar no cesto adversário. 

Jogador de basquete carregando bola com a mão, executando técnica de drible alta.

O drible trata-se do ato do jogador quicar a bola no chão e, dessa maneira, quando de posse da bola, ele pode dar o número de passos que quiser, contanto que esteja driblando (quicando) a bola no solo. 

Além disso, é proibido fazer duas saídas (bater a bola, segurá-la e batê-la de novo). Ou seja, quando o jogador segura a bola, ele não pode dar mais de dois passos com ela.

Punições

O atleta pode cometer até 4 faltas individuais.  Caso ele ultrapasse o limite, acaba sendo desqualificado da partida, na quinta falta cometida.

O time que fizer 5 faltas em um ‘quarto’ (período) sofre penalização de dois lances livres nas outras faltas individuais que possam vir a ocorrer no jogo.

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Futebol Internacional

Curtis “Toyz”, campeão do Worlds com a Taipei Assassins em 2012, foi preso acusado de tráfico de drogas no Taiwan

Série B

Um dos maiores campeonatos de eSports do mundo, no Warzone é palco de diversos casos de hackers, sendo um deles até o campeão

Futebol Internacional

A desenvolvedora do jogo Riot Games anunciou novas medidas de penalidades para jogadores AFK nas partidas de LoL

Futebol Internacional

Cotada como underdog, a EDG venceu a favorita DWG por 3-2 e faturou seu primeiro título mundial na final mais assistida da história