O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Futebol

“Brasil 2002 – Os Bastidores do Penta”: por que assistir ao documentário da Netflix

Banner de divulgação do documentário Brasil 2002 - Os Bastidores do Penta da Netflix.

Documentário relembra a trajetória do pentacampeonato mundial da seleção brasileira

A Copa do Mundo está batendo na porta. E para aquecer a torcida, que tal relembrar uma conquista histórica da Seleção Brasileira? Essa é a proposta do documentário da Netflix “Brasil 2002 – Os Bastidores do Penta”.

A Netflix lançou o documentário recentemente, em comemoração aos 20 anos da conquista do pentacampeonato mundial, a última vez que o Brasil levantou a taça. Agora, no Catar, a Seleção tenta quebrar um jejum de 2 décadas sem títulos.

Continue lendo este artigo do Jogo Hoje e saiba mais sobre o documentário que conta a história do pentacampeonato.

Netflix apresenta o trailer do documentário "Brasil 2002 - Os Bastidores do Penta", recheado de entrevistas

Brasil 2002 – Os Bastidores do Penta: trajetória do penta com imagens inéditas

Durante 1 hora e meia, o documentário conta a conquista do Brasil em 2002, com a ajuda de imagens inéditas gravadas pelos próprios jogadores. O realismo faz com que a gente voltar no tempo e reviver os momentos mais marcantes.

Outro ponto positivo da proposta do documentário “Brasil 2002 – Os Bastidores do Penta” é que a maioria dessas imagens são de bastidores. Ou seja, além de serem vídeos inéditos, eles mostram os cenários sob a perspectiva dos próprios jogadores. A alegria, as conversas, a preocupação, o medo, o otimismo, tudo do ponto de vista do elenco.

Mas se engana quem pensa que o documentário é festivo do início ao fim. Longe disso. A proposta é mostrar que uma seleção desacreditada deu a volta por cima e conquistou aquele título. 

Choque de realidade: documentário mostra drama do Brasil na final de 1998

Por isso, a narrativa dá um choque de realidade logo na largada. O pontapé inicial do documentário revive o drama da seleção Brasileira na final da Copa de 1998. Quatro anos antes de garantir o penta, o Brasil era dado como favorito, mas viu o sonho se transformar em pesadelo no jogo contra a França, dona de casa.

O otimismo em cima da seleção Brasileira de 1998 desmoronou pouco antes da final. Ronaldo fenômeno, na época principal jogador do time, sentiu-se mal pouco tempo antes de a bola rolar.

Brasil 2002 - Os Bastidores do Penta | Site oficial da Netflix

O nome de Ronaldo chegou a aparecer fora da lista dos jogadores que entrariam em campo para a final contra a França. No seu lugar, o escalado era Edmundo. Enquanto isso, o público do Brasil e do mundo inteiro não tinha informações concretas sobre o que havia acontecido.

Acabou que Ronaldo Fenômeno entrou em campo. Mas o seu futebol ficou de fora. E o time brasileiro, como se tivesse abatido, foi massacrado pela França, que ganhou o jogo por 3 a 0 e conquistou seu 1º título. É nessa perspectiva, esse drama do ponto de vista do Brasil, que o documentário começa.

Dois técnicos demitidos e crise nas Eliminatórias: caminho do penta não foi fácil para o Brasil

Pentacampeões por Luiz Felipe Scolari | Copa do Mundo

Depois de mostrar o drama brasileiro na final da Copa de 1998, o documentário passeia pelo caminho da Seleção até chegar ao Mundial de 2002. E não foi fácil para o Brasil. Afinal, as feridas contra a França foram difíceis de cicatrizar.

Com a demissão de Zagallo, que era o técnico em 1998, a CBF apostou em Vanderlei Luxemburgo. Só que o treinador caiu 2 anos depois. Em seguida, Emerson Leão foi contratado, mas acabou sendo demitido antes de completar 100 dias à frente da Seleção.

Ambos foram demitidos porque não conseguiram bons resultados. Nas Eliminatórias para a Copa de 2002, o Brasil patinava. Ganhava pouco e não convencia. Até a chegada de Luiz Felipe Scolari.

Felipão chegou com moral. De cara, blindou o elenco das críticas e formou o que ficou conhecido como “família Scolari”. Aos poucos, o Brasil foi ganhando uma forma de jogar. E o talento dos jogadores começou a aparecer.

História da Copa é contada com depoimentos de jogadores em “Brasil 2002 – Os Bastidores do Penta”

Netflix estreia documentário sobre o penta da seleção de 2002

Quando o documentário finalmente chega à Copa de 2002, a narrativa sobre o que aconteceu com o Brasil no Mundial tem uma carta na manga: depoimentos de jogadores importantes de outras seleções.

David Beckham, por exemplo, que era capitão da Inglaterra, relembra como o jogo entre Brasil e Inglaterra foi disputado nas quartas de final. O Brasil venceu a partida por 2 a 1. Marc Wilmots, que era o capitão da Bélgica, também aparece para falar sobre o duelo nas oitavas de final, em que o Brasil ganhou por 2 a 0.

Mas nenhum depoimento foi tão impactante quanto o do goleiro Oliver Kahn, que era goleiro e capitão da Alemanha. Kahn foi eleito o craque daquela Copa, mas ficou marcado pela falha no lance do 1º gol do Brasil na final da Copa, contra a Alemanha.

O documentário “Brasil 2002 – Os Bastidores do Penta”, então, cumpre sua missão. Ele entrega um bom material, faz um resgate de um momento histórico para o futebol brasileiro e serve como um bom esquenta para a Copa do Mundo no Catar.

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Futebol Internacional

Curtis “Toyz”, campeão do Worlds com a Taipei Assassins em 2012, foi preso acusado de tráfico de drogas no Taiwan

Série B

Um dos maiores campeonatos de eSports do mundo, no Warzone é palco de diversos casos de hackers, sendo um deles até o campeão

Futebol Internacional

A desenvolvedora do jogo Riot Games anunciou novas medidas de penalidades para jogadores AFK nas partidas de LoL

Futebol Internacional

Cotada como underdog, a EDG venceu a favorita DWG por 3-2 e faturou seu primeiro título mundial na final mais assistida da história