Outros esportes

Tênis de mesa: Brasil leva pratas nas duplas do Pan-Americano

Brasil já garantiu cinco medalhas no tênis de mesa Ainda não foi nesta terça-feira (31) que o Brasil conquistou seu […]

Bruna Takahashi e Giulia Takahashi em jogo do tênis de mesa do Pan-Americano Santiago 2023

Miriam Jeske/CBTM

Brasil já garantiu cinco medalhas no tênis de mesa

Ainda não foi nesta terça-feira (31) que o Brasil conquistou seu 1º ouro no tênis de mesa dos Jogos Pan-Americano de Santiago. Nas duplas, mais duas pratas: Hugo CalderanoVitor Ishiy perderam para os cubanos Campos/Pereira por 4-3 (5-11/11-8/11-8/12-10/8-11/11-7) e as irmãs Bruna e Giulia Takahashi enfrentaram as estadunidenses Wang/Sung e perderam por 4-3 (11-7/5-11/7-11/12-10/11-8/4-11/11-6) em um jogo muito apertado. Antes, o Brasil já tinha tido uma prata nas duplas mistas, com Bruna e Vitor.

As finais do tênis de mesa

Antes das grandes decisões, as duplas brasileiras precisaram enfrentar as semifinais. Entre as mulheres, as irmãs Takahashi venceram as porto-riquenhas Diaz/Diaz por 4-1 (14-12, 11-1, 12-10, 8-11, 12-10), enquanto Calderano e Ishiy fizeram 4-2 nos chilenos Gómez/Burgos (11-5, 14-16, 11-5, 11-6, 9-11, 13-11).

Na final feminina, Bruna e Giulia Takahashi fizeram um jogo duro com as estadunidenses Amy Wang e Rachel Sung. Os Estados Unidos controlaram e venceram o 1º set por 11-7 e o Brasil logo respondeu com um dominante 11-5. Mas os sets seguintes foram muito mais equilibrados: o Brasil virou com um 11-7, os EUA empataram com um 12-10 e viraram com um 11-8, ficando a um set do título.

O Brasil voltou a controlar no 6º set e aplicou 11-4. Assim, quem vencesse o 7º set do jogo ficaria com a medalha de ouro. As estadunidenses saíram na frente com 4-1, mas as brasileiras reagiram no jogo e buscaram o empate no 5-5. Mas o set saiu do controle e os Estados Unidos fecharam o jogo com cinco pontos seguidos para o 11-6.

Nas duplas masculinas, Hugo CalderanoVitor Ishiy enfrentaram os cubanos Jorge Campos e Andy Pereira. O Brasil fechou o 1º set com velocidade: 11-5. Mas os cubanos tomaram o controle do jogo e apresentaram um jogo sólido para virar a partida para 3-1, com parciais de 11-8, 11-8 e 12-10, ficando a um set do ouro.

A dupla brasileira se recuperou no 5º set e voltou a pressionar o jogo dos cubanos, garantindo a vitória por 11-8 e descontando o jogo para 3-2. O 6º set foi marcado pelo equilíbrio, com uma disputa ponto a ponto que começou a escapar no 8-6 e foi fechada em ouro para Cuba por parcial de 11-7.

Hugo Calderano e Vitor Ishiy em jogo do tênis de mesa do Pan-Americano Santiago 2023
Amigos de longa data, Calderano e Ishiy subiram juntos ao pódio do tênis de mesa – Christian Soto/Santiago 2023

A chave de simples do tênis de mesa

O dia começou com duas eliminações brasileiras nas chaves individuais. Nas oitavas de final, Vitor Ishiy perdeu para o chileno Nicolás Burgos por 4-1, com parciais de 6-11, 11-4, 11-13, 7-11, 5-11. Giulia Takahashi não teve destino melhor contra a mexicana Yadira silva: derrota por 4-2, com parciais de 11-8, 8-11, 9-11, 11-2, 8-11, 8-11.

Mas o Brasil também levou dois jogadores à semifinal – e, por consequência, ao pódio. Na chave feminina Bruna Takahashi precisou de apenas 20 minutos para despachar a equatoriana Angelica Arellano por 4-0, com parciais de 12-10, 11-2, 13-11 e 11-4. Nas quartas, ela fez 4-2 sobre Roxy Gonzalez, da Venezuela, com parciais de 11-5, 11-9, 11-4, 4-11, 11-13 e 11-4.

Entre os homens, Hugo Calderano confirmou mais dois favoritismos. Atual bicampeão e melhor mesatenista do continente na história, ele fez 4-1 sobre o canadense Edward Ly, com parciais de 11-6, 11-2, 10-12, 11-8, 11-8. Depois, nas quartas, mais uma vitória tranquila, sobre Gustavo Gómez, do Chile. Hugo fez 4-0, com parciais de 11-9, 11-7, 11-5, 11-6.

Hugo Calderano em jogo de tênis de mesa do Pan-Americano Santiago 2023
Hugo Calderano chegou em Santiago com cinco medalhas pan-americanas e sairá com pelo menos sete – Divulgação/COB

O tênis de mesa do Pan-Americano

Agora, nesta quarta-feira (1º), os mesatenistas brasileiros voltam às disputas do Pan para as semifinais e finais nas chaves de simples. Bruna enfrenta Lily Ann Zhang (EUA), enquanto Hugo joga contra Marcos Madrid (MEX). As disputas do tênis de mesa em Santiago vão até o último dia do Pan-Americano. No domingo (5), acontecem as finais das disputas por equipes.

O Brasil estreou com 100% de aproveitamento nos jogos de simples, duplas femininas e duplas mistas nos dois primeiros dias do Pan-Americano. A única derrota antes desta terça-feira foi na final das duplas mistas. Bruna Takahashi e Vitor Ishiy ficaram com a prata no torneio e com a vaga olímpica confirmada para Paris 2024.

Vitor Ishiy e Bruna Takahashi em jogo do tênis de mesa do Pan-Americano Santiago 2023
Vitor Ishiy e Bruna Takahashi medalharam nas duplas mistas e voltaram ao pódio nesta terça – Rafael Bello/COB

Mais notícias e informações quentinhas sobre o Pan-Americano e outros esportes você vê no Jogo Hoje

COMPARTILHE

Bombando em Outros esportes

1

Outros esportes

F1: na Ferrari a partir de 2025, Lewis Hamilton quer repetir trabalho de diversidade feito na Mercedes

2

Outros esportes

Tênis: João Fonseca vence chileno, avança às quartas e faz história no Rio Open

3

Outros esportes

F1: equipes iniciam pré-temporada com testes no Bahrein

4

Outros esportes

NBA: LeBron James revela que aposentadoria “está chegando”

5

Outros esportes

F1 e FIA se posicionam sobre caso Horner, chefe da RBR investigado por ‘conduta imprópria’