Outros esportes

Pan: Isaquias Queiroz domina prova e Brasil garante 100% de aproveitamento nas classificatórias da canoagem

Brasileiros estarão na briga por seis pódios na canoagem do Pan Estão definidas as finais da canoagem velocidade nos Jogos Pan-Americanos […]

Canoístas Isaquias Queiroz em prova do Pan-Americano Santiago 2023

William Lucas/COB

Brasileiros estarão na briga por seis pódios na canoagem do Pan

Estão definidas as finais da canoagem velocidade nos Jogos Pan-Americanos de Santiago. E não vai faltar Brasil nas decisões. Nesta quinta-feira (2), Isaquias Queiroz confirmou o favoritismo e vai brigar pelo tricampeonato no C1 1000m. Quem também conseguiu a classificação hoje foi Roberto Maehler no K1 1000m. Ao todo serão três canoas e três caiaques brasileiros nas finais, que acontecem entre a sexta e o sábado.

Canoístas Roberto Maehler e Heuer Rodrigues em prova do Pan-Americano Santiago 2023
Roberto Maehler (atrás) é o único canoísta brasileiro em duas disputas no Pan: K2 500 e K1 1000 – William Lucas/COB

Isaquias Queiroz na final

A 1ª vaga na final nesta quinta-feira veio com o maior nome da canoagem brasileira: Isaquias Queiroz. O baiano entrou logo na 1ª bateria do C1 1000m, segurou o ritmo e completou o quilômetro em 3:55.32, ao lado do cubano José Ramón Córdova, que chegou 0.12s depois do brasileiro.

Os dois canoístas tiveram mais de 18 segundos de vantagem sobre o 3º colocado, posição que levava os competidores à semifinal. Para Isaquias Queiroz, o caminho será mais tranquilo. Ele pode descansar pela tarde e só volta a entrar na canoa para a final, marcada para as 9h35 do sábado (4).

Além dos C1 1000m, o Brasil também esteva na disputa do K1 1000m, com Roberto Maehler. Na classificatória, ele chegou em 4º, com 3:47.17, quase 5 segundos atrás do último classificado diretamente à final. Assim, ele disputou a semi e chegou em 2º em sua bateria, com mais de 3s de folga sobre o 3º, garantindo a classificação à decisão, 9h10 do sábado.

Canoísta Isaquias Queiroz em prova do Mundial de Canoagem 2022
Dono de dois ouros pan-americanos, Isaquias Queiroz quer o tricampeonato – Miriam Jeske/COB

A canoagem do Pan-Americano

As disputas da canoagem começaram com a modalidade slalom, que rendeu três ouros e três pratas para o Brasil no fim de semana. Na canoagem velocidade, as provas começaram na quarta-feira, com as classificatórias e semifinais das três primeiras categorias em jogo.

E o Brasil garantiu vaga na final A com todos os seus canoístas. Ana Paula Vergutz garantiu a vaga na final do K1 500m com o melhor tempo de sua bateria. No K2 500m, Heuer Rodrigues e Roberto Maehler precisaram da semifinal, passando com o penúltimo tempo entre os classificados. Na canoa, a baiana Valdenice Nascimento também vai à final no C1 200m, após ficar com o 2º melhor tempo da semi.

Essas disputas iniciadas na quarta-feira terão finais na sexta-feira, dia que também terá Brasil na final do C2 500m, com Evandilson Neto e Felipe Vieira. Por causa do número de inscritos, essa prova começará diretamente na final, sem nenhum tipo de fase classificatória.

Canoísta Ana Paula Vergutz em prova da canoagem no Pan-Americano Santiago 2023
Ana Paula Vergutz disputa final do K1 500m nesta sexta-feira – William Lucas/COB

Mais notícias e informações quentinhas sobre o Pan-Americano e outros esportes você vê no Jogo Hoje

COMPARTILHE

Bombando em Outros esportes

1

Outros esportes

F1: na Ferrari a partir de 2025, Lewis Hamilton quer repetir trabalho de diversidade feito na Mercedes

2

Outros esportes

Tênis: João Fonseca vence chileno, avança às quartas e faz história no Rio Open

3

Outros esportes

F1: equipes iniciam pré-temporada com testes no Bahrein

4

Outros esportes

NBA: LeBron James revela que aposentadoria “está chegando”

5

Outros esportes

F1 e FIA se posicionam sobre caso Horner, chefe da RBR investigado por ‘conduta imprópria’