O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Outros esportes

COB lança edital para projetos com foco no desenvolvimento do esporte feminino

desenvolvimento do esporte feminino
Foto: COB

Comitê Olímpico do Brasil quer promover a evolução das mulheres no esporte

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) lançou esta segunda-feira um edital relacionado ao Programa de Desenvolvimento do Esporte Feminino. De acordo com a entidade, “o intuito da publicação é promover, por meio de parcerias com as Confederações, ações relevantes que integrem programas em prol do desenvolvimento e capacitação de atletas, treinadoras, árbitras e gestoras”.

O edital apresenta todos os detalhes e informações necessários para a realização de projetos voltados ao esporte feminino no Brasil. O acesso ao edital completo está aqui disponível.

“Estamos sinalizando a posição do COB sobre a importância da participação e performance da mulher nas diversas possibilidades de atuação no meio esportivo. Contribuindo para a criação de projetos e/ou programas que fomentem a equidade esporte, por meio de investimento direto”, explicou Isabel Swan, coordenadora de esportes femininos do COB, em entrevista à própria entidade.

Os objetivos da iniciativa são incentivar, com suporte financeiro e estratégico, projetos relacionados à Mulher no Esporte, submetidos pelas Confederações ou ENADs que visem:

• Potencializar os resultados de atletas mulheres em competições nacionais e internacionais;

• Contribuir para o aumento da quantidade de atletas mulheres competindo em alto rendimento (jovens e adultas);

• Promover maior capacitação de profissionais que atuam no esporte feminino, tal como treinadoras e profissionais das equipes interdisciplinares;

• Incentivar encontros e trocas entre comissões femininas esportivas, como realização de Fóruns e Workshops, com o intuito de fomentar a representatividade, network e ações em prol da equidade de gênero;

• Proporcionar maior desenvolvimento para que mais mulheres possam assumir posições de liderança no esporte, incluindo posições técnicas e de gestão esportiva (Ex: chefes de equipe, coordenação técnica).

Isabel Swan é a idealizadora do Fórum. COB

Isabel Swan é a idealizadora do Fórum. Foto: Gaspar Nóbrega/COB

Mulher no Esporte brasileiro

O COB tem realizado uma série de ações em prol do desenvolvimento do desporto feminino no país. Em agosto passado, por exemplo, o organismo realizou o 1º Fórum da Mulher no Esporte. O objetivo dessas ações é buscar equidade de gênero e a participação da mulher no ambiente esportivo.

“A partir de programas formalizados visando o aumento da participação feminina nos vários âmbitos esportivos, poderemos chegar na igualdade de representatividade. Esse é um ciclo especial, e os Jogos Olímpicos Paris 2024 serão a primeira na história em que teremos o mesmo número de atletas homens e mulheres”, destacou Isabel Swan, medalhista olímpica, coordenadora da área Mulher no Esporte do COB e responsável pela criação do fórum.

Natália Falavigna, que representou o Brasil em três Jogos Olímpicos no taekwondo e conquistou a medalha de bronze em Pequim 2008, hoje é gestora esportiva do COB e acredita que, além de debater os avanços da presença feminina no esporte, é preciso falar também das dificuldades. 

A área Mulher no Esporte do COB foi criada há cerca de um ano e meio e tem realizado diversos projetos importantes desde então. Por meio dela, a entidade tem promovido ações para a valorização e o fortalecimento das mulheres, como a Comissão da Mulher no Esporte, o Fórum da Mulher no Esporte, o Canal tira-dúvidas de Saúde da Mulher, entre outros, sempre buscando ajudar no bem-estar e desenvolvimento de atletas e colaboradores.

Recorde-se que, recriado no atual Governo Federal, o Ministério dos Esportes tem como ministra uma mulher: Ana Moser, ex-jogadora olímpica de vôlei.

A ministra do Esporte Ana Moser ao lado do presidente do COB, Paulo Wanderley. Foto: Gabriel Baron / COB

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Série B

Agênica Brax pagará R$ 210 milhões e vai negociar com emissoras Depois de uma grande indefinição após o fim do contrato com a Rede...

Mercado

Atacante de 33 anos estava no futebol chinês O atacante Henrique Dourado tem um novo clube para a sequência da sua carreira. Nesta terça-feira, o...

Tombense

Time anunciou trio de reforços para a Série B Montando um elenco de peso para a disputa da Série B, o Tombense contrata Egídio,...

Flamengo

Treinador argentino evita falar em reforços e garante foco em recuperar time na La Liga e Champions League O técnico Jorge Sampaoli tem o...