Outros esportes

Pan-Americano: Bia Ferreira vence logo no 1º round e garante medalha e vaga olímpica

Brasileira venceu luta por decisão do árbitro Depois de uma vitória unânime na estreia, Bia Ferreira também não tomou conhecimento […]

Boxeadora brasileira Beatriz Ferreira

Jonne Roriz/COB

Brasileira venceu luta por decisão do árbitro

Depois de uma vitória unânime na estreia, Bia Ferreira também não tomou conhecimento da adversária na sua 2ª luta dos 60kg do boxe. Resolvendo a disputa em 2:45, a pugilista baiana venceu a jovem costarriquenha Pamela Sanchez por superioridade técnica e garantiu não só o pódio nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, mas a vaga olímpica para Paris 2024.

A luta de Bia Ferreira

O tempo no ringue foi pequeno, mas foi o suficiente para Bia Ferreira dominar por completo a adversária. Intensa desde os primeiros segundos, a brasileira encurralou a centroamericana, a levou para as cordas e ainda teve uma contagem antes de ter a vitória decretada.

Isso aconteceu após apenas 2:45 de luta, quando o árbitro iniciou a contagem e tomou a decisão de encerrar a luta. Com isso, ela já confirmou a presença no pódio, já que não existe disputa de 3º lugar no boxe. Mas ela quer mais. Amanhã, ela volta ao ringue, para enfrentar a estadunidense Jajaira Gonzalez. A velocidade da luta, inclusive, pode ser um ponto a favor de Bia Ferreira no novo combate.

E, o mais importante de tudo, com a vitória, Bia Ferreira confirmou a vaga olímpica para Paris 2024. A brasileira, campeã Pan-Americana em 2019, mundial em 2019 e 2023 e vice mundial em 2022, vai em busca de sua 2ª medalha olímpica, depois da prata em Tóquio 2021.

Após a luta, a baiana falou ao Canal Olímpico do Brasil e comemorou a vaga. “É um alívio. Agora é continuar focada. eu quero conquistar esse bicampeonato e eu estou na briga, mas agora muito mais leve. É muito mais divertido quando você consegue completar uma missão. Mas a missão aqui do Pan é buscar uma final, porque eu sou louca por final e adoro colecionar ouro”.

Pugilista Bia Ferreira com óculos olímpicos no Pan-Americano Santiago 2023
Com a vaga garantida, Bia Ferreira colocou óculos olímpicos e pegou passaporte para Paris 2024 – Reprodução/Canal Olímpico do Brasil

O boxe no Pan-Americano

Com a vitória de Bia Ferreira, o Brasil já garante sua 10ª medalha no boxe pan-americano. Ainda na segunda-feira (23), Keno Marley (92kg), Luiz “Bolinha” Oliveira (57kg) e Wanderley Pereira (80kg) tinham garantido as vagas nas semis. Depois, na terça, Abner Teixeira (+92kg), Caroline Teixeira (50kg), Tatiana Chagas (54kg), Bárbara dos Santos (66kg), Viviane Pereira (75kg) e Michael Trindade (51kg) também avançaram.

Até agora, o Brasil tem 100% de aproveitamento nas quartas de final e só teve um pugilista eliminado na competição – ainda nas oitavas. Nesta tarde, mais dois brasileiros vão tentar garantir o pódio: Julielen Romeu, que luta os 60kg às 17h45, e Yuri Falcão, que disputa as quartas dos 63,5kg às 18h15.

Pugilista Viviane Pereira em luta do boxe no Pan-Americano 2023
Viviane Pereira é outra baiana confirmada na semifinal – Miriam Jeske/COB

Mais notícias e informações quentinhas sobre o Pan-Americano e outros esportes você vê no Jogo Hoje

COMPARTILHE

Bombando em Outros esportes

1

Outros esportes

F1: na Ferrari a partir de 2025, Lewis Hamilton quer repetir trabalho de diversidade feito na Mercedes

2

Outros esportes

Tênis: João Fonseca vence chileno, avança às quartas e faz história no Rio Open

3

Outros esportes

F1: equipes iniciam pré-temporada com testes no Bahrein

4

Outros esportes

NBA: LeBron James revela que aposentadoria “está chegando”

5

Outros esportes

F1 e FIA se posicionam sobre caso Horner, chefe da RBR investigado por ‘conduta imprópria’