O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Futebol

Rivalidade Brasil x Argentina: 108 anos de história

Messi, vestindo camisa listrada azul e branca e short branco do uniforme da Seleção Argentina, disputando bola com Neymar, que veste short azul e blusa amarela da Seleção Brasileira.

Saiba mais sobre uma das maiores rivalidades do futebol mundial

A rivalidade Brasil x Argentina é uma das maiores do futebol mundial, se não a maior. São vários jogos decisivos, partidas que entraram para a história, craques de um lado e de outro que fizeram a diferença.

Continue lendo este artigo do Jogo Hoje e saiba todos os detalhe sobre a rivalidade Brasil x Argentina.

Entendendo a rivalidade Brasil x Argentina

1914: o primeiro Brasil x Argentina :: :: ogol.com.br

Para entender a importância do duelo entre Brasil e Argentina é preciso voltar no tempo. Exatos 108 anos. O 1º duelo entre as duas seleções aconteceu no dia 20 de setembro de 1914. Curiosamente, a partida foi disputada logo após a formação da primeira Seleção Brasileira da história, no dia 21 de julho de 1914.

Naquela época, Argentina e Uruguai eram as 2 maiores seleções sul-americanas. O Brasil estava apenas se organizando, sem a mesma força das principais adversárias. E foi nesse contexto que começou uma das histórias de maior rivalidade do futebol mundial.

A lembrança do 1º jogo entre Brasil e Argentina não é boa. Em um amistoso disputado em Buenos Aires, a Argentina ganhou por 3 a 0, com 2 gols de Carlos Izaguirre e 1 de Aquiles Molfino.

Duelo geral é equilibrado, com leve vantagem para o Brasil

Copa Roca: A hegemonia brasileira (1945-1963)

Brasil e Argentina já se enfrentaram 108 vezes. Em um duelo que tem 108 anos de história, significa que a média é de um confronto por ano. A vantagem é brasileira, mas bem apertada.

O Brasil venceu 43 dos 108 jogos, enquanto a Argentina ganhou 39 vezes. Os outros 26 confrontos terminaram empatados. O Brasil marcou 165 gols, contra 159 da Argentina. De uma maneira geral, os números mostram total equilíbrio.

Embora os jogos entre Brasil e Argentina sejam bastante disputados, há registros de goleadas, de um lado e de outro. Cenário difícil de imaginar hoje em dia.

Em 1945, o Brasil venceu a Argentina por 6 a 2 em um amistoso disputado no estádio São Januário, no Rio de Janeiro. Foi a maior goleada já aplicada pela Seleção Brasileira no seu principal adversário sul-americano.

Por outro lado, a Argentina já fez pior. Cinco anos antes, em 1940, os hermanos venceram os brasileiros por 6 a 1 em um amistoso disputado em Buenos Aires.

Brasil tem mais vitórias em Copas, mas o maior trauma é nosso

Brasil x Argentina: o clássico sul-americano em imagens históricas | Placar - O futebol sem barreiras para você

Apesar da rivalidade de 108 anos, Brasil e Argentina se enfrentaram apenas 4 vezes em jogos de Copa do Mundo. A vantagem numérica é brasileira, mas a lembrança mais marcante é de uma derrota histórica para a Argentina.

Foram 4 jogos em Copas. O Brasil venceu 2, empatou 1 e perdeu 1. O 1º confronto aconteceu na Copa do Mundo de 1974. Em uma partida válida pela 2ª fase de grupos (a fórmula de disputa era diferente da atual), o Brasil venceu por 2 a 1.

O 2º duelo em Copas aconteceu em 1978, no Mundial disputado na Argentina. Curiosamente, o confronto foi válido de novo pela 2ª fase de grupos. Só que desta vez o jogo terminou empatado em 0 a 0.

Em 1982, pela 3ª Copa consecutiva, Brasil e Argentina se enfrentaram na mesma fase. A Argentina era a atual campeã mundial, mas o Brasil dominou o jogo e venceu por 3 a 1. Até aqui, o histórico em Copas era amplamente favorável ao Brasil, até acontecer o 4º encontro, na Copa de 1990.

A Argentina, que tinha conquistado o 2º título mundial 4 anos antes, tinha Maradona. E ele fez a diferença. No duelo válido pelas oitavas de final do Mundial de 1990, Caniggia fez o gol da vitória argentina aos 36 minutos do 2º tempo.

Aquela foi a única vez desde 1986, quando começou a fórmula atual de disputa, que o Brasil foi eliminado nas oitavas de final. Desde então, Brasil e Argentina não se encontraram mais em Copas do Mundo. Havia a possibilidade de se encontrarem na Copa do Mundo do Catar. Todavia, a eliminação precoce do Brasil não permitiu esse reencontro.

Quase um gol por jogo: Pelé é o maior artilheiro do duelo

Há quase 60 anos, Pelé estreava contra a Argentina - Confederação Brasileira de Futebol

Muitos jogadores fizeram a diferença ao longo dos 108 anos de história do duelo entre Brasil e Argentina no futebol. Mas ninguém supera Pelé. O Rei do Futebol tem 8 gols em 10 jogos contra a Argentina, ou seja, quase 1 gol por jogo. É o maior artilheiro da história do confronto.

O segundo maior artilheiro não é Maradona, nem Messi, e sim Leônidas da Silva, com 7 gols. Os maiores artilheiros argentinos são Emilio Baldonedo e Herminio Masantonio, com 6 gols cada. 

Em 5º lugar aparecem Ronaldo, pelo Brasil, e Norberto Mendez, pela Argentina, cada um com 5 gols cada. Messi aparece logo abaixo, com 4 gols, junto de vários outros jogadores, como Rivaldo e Ademir Menezes.

Equilíbrio marca disputa em jogos que valem título

Argentina x Brasil acontece nesta terça (16) na última rodada das eliminatórias

Além dos jogos em Copas do Mundo, Brasil e Argentina já disputaram títulos. E protagonizaram momentos marcantes em decisões. Cada lado lembra de ao menos uma conquista importante contra o rival.

A última vez que Brasil e Argentina decidiram um título foi em 2021. E a lembrança é positiva para os hermanos, As 2 seleções fizeram a final da Copa América. Em pleno Maracanã, a Argentina venceu por 1 a 0 e encerrou um jejum de 28 anos sem títulos. Foi também a 1ª taça levantada por Messi pela Argentina.

Pelo lado brasileiro, um título bastante comemorado em cima da Argentina foi o da Copa América de 2004. Naquele ano, o Brasil jogou sem o time titular, ao contrário do rival, que foi para a competição com força máxima.

Na final, a Argentina fez um gol aos 40 minutos do 2º tempo e vencia por 2 a 1, até Adriano empatar, no último lance e jogo no tempo normal. Na disputa por pênaltis, o Brasil venceu por 4 a 2.

Um ano depois, em 2005, o Brasil voltou a decidir um título contra a Argentina, desta vez na Copa das Confederações, que foi disputada na Alemanha. Na final, o Brasil sobrou em campo e derrotou os hermanos por 4 a 1. Adriano (2 vezes), Kaká e Ronaldinho fizeram os gols do Brasil.

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Mercado

Atacante de 33 anos estava no futebol chinês O atacante Henrique Dourado tem um novo clube para a sequência da sua carreira. Nesta terça-feira, o...

Flamengo

Treinador argentino evita falar em reforços e garante foco em recuperar time na La Liga e Champions League O técnico Jorge Sampaoli tem o...

Mercado

Peruano terá 1ª experiência no país O dia está agitado para o Racing Club. Depois de garantir o título da 1ª edição da Supercopa da...

Futebol

Último clube do treinador foi o Atlético-GO, em 2020 Após três anos longe da área técnica, o treinador Cristóvão Borges está de volta ao futebol....