O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Futebol

Maior artilharia da história do Palmeiras: Veja os principais jogadores

Foto de Heitor, vestindo uniforme do Palmeiras

O Verdão tem uma longa lista de grandes jogadores e artilheiros na sua história

Foi com títulos e grandes atuações que o Palmeiras se tornou um dos maiores clubes do Brasil. Para isso, gols e vitórias foram indispensáveis. Em 108 anos de história, muitos goleadores se destacaram. Mas, de quem é a maior artilharia da história do Palmeiras?

Para construir essa reputação, o Palmeiras contou com a contribuição de grandes jogadores, com talento para fazer gols: os famosos artilheiros. 

Continue lendo este artigo do Jogo Hoje e descubra quem carrega o título de maior artilheiro da história do Verdão e outros grandes nomes famosos por balançar as redes com frequência. 

O dono da maior artilharia da história do Palmeiras 

A galeria de ídolos do Porco é motivo de muito orgulho para o torcedor palmeirense. Nomes como Ademir da Guia, o goleiro Marcos – São Marcos – e Fernando Prass aparecem na lista extensa. Mas quando o assunto é gols, até hoje ninguém barrou Heitor. 

Ettore Marcelino Domingues, nascido em 19 de dezembro de 1899 e mais conhecido como Heitor, é o dono da maior artilharia da história do Palmeiras. Durante sua carreira como atacante do Verdão, ele marcou 323 gols. 

O atacante defendeu o Palmeiras por 16 temporadas e, além de campeão no futebol, levantou taça também no basquete. No futebol, foram 357 jogos (248 vitórias, 55 empates e 54 derrotas). 

A artilharia de Heitor foi de grande valia para que o Palmeiras conquistasse 4 títulos: o Campeonato Paulista em 1920, 1926 e 1927 e o Campeonato Paulista Extra, também em 1926.

O top 5 de maior artilharia da história do Palmeiras

Heitor é o dono da maior artilharia da história do Palmeiras, mas ele tem companhia em uma longa lista de outros artilheiros. Em 108 anos de história, o Porco viu se formar um belo hall de artilheiros alviverdes. 

2ª maior artilharia da história do Palmeiras 

O 2º lugar entre os jogadores que mais balançaram as redes a favor da equipe palestrina é de César Maluco, que marcou 182 gols em 327 jogos como atleta do Palmeiras. 

César Maluco vestindo uniforme do Palmeiras, com camisa verde e short branco, agachado e fazendo o número 2 com os dedos da mão esquerda.

Hoje com 77 anos e aposentado, César atuava como centroavante. O apelido de Maluco foi dado pela torcida, graças ao estilo de jogo que ele tinha. 

No período entre os anos de 1967 e 1974, César Maluco e seu dom de balançar as redes ajudaram o Palmeiras a conquistar 7 títulos: Torneio Roberto Gomes Pedrosa (1967), Taça Brasil (1967, 1969, 1972 e 1973), Campeonato Paulista (1972 e 1974).

3ª maior artilharia da história do Palmeiras

Se a pergunta é: Qual o maior jogador da história do Palmeiras? A resposta é: Ademir da Guia. Ele é o maior ídolo do Palmeiras de todos os tempos. Com 902 jogos pelo clube, é dele o título de jogador que mais atuou pelo Verdão. 

A grandeza de Ademir fica ainda maior quando acrescentamos a quantidade de vezes que ele balançou as redes: foram 155 gols. 

Conhecido pela torcida palmeirense como “o Divino”, Ademir dedicou sua vida e praticamente toda sua carreira ao Porco. 

Ademir da Guia vestindo camisa verde do Palmeiras, no gramado para jogo pelo time

Com ele, o clube levantou 11 taças: Torneio Roberto Gomes Pedrosa (1967), Taça Brasil (1967, 1969, 1972 e 1973), Torneio Rio-São Paulo (1965), Campeonato Paulista (1963, 1966, 1972, 1974 e 1976).

4ª maior artilharia da história do Palmeiras

Eduardo Lima ou apenas Lima. É dele o 4º lugar no hall de goleadores do Verdão. O meia vestiu a camisa do Palmeiras por 16 temporadas, entre os anos de 1938 e 1954. Foram 467 jogos, sendo 267 vitórias, 103 empates e 97 derrotas.

Ao todo, ele marcou 148 gols, se tornando assim o 4º maior goleador da história palmeirense. 

Eduardo Lima, vestindo camisa do Palmeiras e faixa de campeão paulista de 1942, agachado e segurando bola nas mãos

Com Lima, o Palmeiras conquistou 7 títulos: Campeonato Paulista (1940, 1942, 1944, 1947 e 1950), Torneio Rio-São Paulo (1951) e Taça Rio (1951). 

5ª maior artilharia da história do Palmeiras

O 5º, mas não menos importante, lugar na lista de maiores artilheiros do Palmeiras é de Servílio. Jogador do clube entre 1963 e 1968, ele marcou 139 gols em 292 jogos. 

Foto de Servílio olhando para frente e vestindo camisa branca e verde do Palmeiras

O jogador se destacava por ter porte físico e altura privilegiados, o seu diferencial. Com isso, o meia era um bom cabeceador e muito técnico. Atributos que o fizeram entrar para a história. 

As 100 maiores artilharias da história do Palmeiras

Heitor, César Maluco, Ademir da Guia, Eduardo Lima e Servílio são os 5 maiores artilheiros do Palmeiras. No entanto, a lista de artilheiros é longa e também merece destaque. 

Em seu site oficial, inclusive, o clube destaca as 100 maiores artilharias da história. Veja a lista: 

  • 1º – Heitor, 323 gols
  • 2º – César Maluco, 182 gols
  • 3º – Ademir da Guia, 155 gols
  • 4º – Eduardo Lima, 148 gols
  • 5º – Servílio, 139 gols
  • 6º – Rodrigues Tatu, 131 gols
  • 7º – Humberto Tozzi, 127 gols
  • 8º – Evair, 126 gols
  • 9º – Luizinho e Tupãzinho, 122 gols
  • 11º – Caetano Imparato, 117 gols
  • 12º – Echevarrieta, 113 gols
  • 13º – Romeu Pellicciari, 109 gols
  • 14º – Leivinha, 108 gols
  • 15º – Liminha, 106 gols
  • 16º – Jorge Mendonça e Ministro, 103 gols
  • 18º – Américo Murolo, 102 gols
  • 19º – Edmundo, 99 gols
  • 20º – Jorginho Putinatti, 95 gols
  • 21º – Mazzola, 90 gols
  • 22º – Ademar Pantera e Lara, 87 gols
  • 24º – Toninho Catarina, 84 gols
  • 25º – Canhotinho e Julinho Botelho, 81 gols
  • 27º – Dudu (Eduardo Pereira Rodrigues), 80 gols
  • 28º – Alex, 78 gols
  • 29º – Edu Bala, 76 gols
  • 30º – Jair Rosa Pinto, 74 gols
  • 31º – Vavá, 72 gols
  • 32º – Nei, 70 gols
  • 33º – Rivaldo, 69 gols
  • 34º – Willian Bigode, 66 gols
  • 35º – Nardo, Luizão e Oséas, 65 gols
  • 38º – Romeiro, Mirandinha e Ney Blanco, 63 gols
  • 41º – Paulo Nunes, 62 gols
  • 42º – Fedato e Raphael Veiga, 61 gols
  • 44º – Edilson e Rinaldo, 60 gols
  • 46º – Luiz Imparato, 58 gols
  • 47º – Arce e Carrone, 57 gols
  • 49º – Zinho, 56 gols
  • 50º – Bóvio e Ernesto Imparato, 55 gols
  • 52º – Chinesinho e Vágner Love, 54 gols
  • 54º – Osses, 53 gols
  • 55º – Ivan Palmeira, Lula, Rolando e Villadoniga, 52 gols
  • 59º – Oswaldinho, 51 gols
  • 60º – Djalminha, 50 gols
  • 61º – Artime e Caetano, 48 gols
  • 63º – Renatinho, 47 gols
  • 64º – Mathias, 45 gols
  • 65º – Edu Manga, 44 gols
  • 66º – Ministrinho e Paulinho, 43 gols
  • 68º – Caxambú, Mantovani e Moacyr, 42 gols
  • 71º – Betinho, Geraldo II, Gildo e Valdivia, 41 gols
  • 75º – Zequinha, 40 gols
  • 76º – Aquiles, Euller e Kleber, 39 gols
  • 79º – Diego Souza, Moacir e Viola, 38 gols
  • 82º – Alex Mineiro e Cabeção, 37 gols
  • 84º – Gustavo Scarpa, Cardoso, Ênio Andrade, Luís Pereira e Miguel Borja, 36 gols
  • 89º – Rony, 33 gols
  • 90º – Baroninho, González, Loschiavo, Luiz Adriano e Pedrinho (Pedro Paulo de Oliveira), 32 gols
  • 95º – Barcos, Careca, Deyverson, Gaúcho, Marcos Assunção, Muñoz, Reinaldo Xavier e Ronaldo, 31 gols
  • 103º – Marcinho e Osmar, 30 gols

Jogadores do Palmeiras que mais fizeram gol no Século XXI

  • 1º – Dudu (Eduardo Pereira Rodrigues), 80 gols
  • 2º – Willian Bigode, 66 gols
  • 3º – Raphael Veiga, 61 gols
  • 4º – Vágner Love, 54 gols
  • 5º – Valdivia, 41 gols
  • 6º – Kleber Gladiador, 39 gols
  • 7º – Diego Souza, 38 gols
  • 8º – Alex Mineiro, 37 gols
  • 9º – Gustavo Scarpa e Borja, 36 gols
Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Mercado

Atacante de 33 anos estava no futebol chinês O atacante Henrique Dourado tem um novo clube para a sequência da sua carreira. Nesta terça-feira, o...

Flamengo

Treinador argentino evita falar em reforços e garante foco em recuperar time na La Liga e Champions League O técnico Jorge Sampaoli tem o...

Mercado

Peruano terá 1ª experiência no país O dia está agitado para o Racing Club. Depois de garantir o título da 1ª edição da Supercopa da...

Futebol

Último clube do treinador foi o Atlético-GO, em 2020 Após três anos longe da área técnica, o treinador Cristóvão Borges está de volta ao futebol....