O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Futebol

A história do Corinthians: Conheça a fundo um dos principais times do país

Torcida do Corinthians erguendo bandeirão do escudo do time e de um gavião, mascote do clube.

O Sport Club Corinthians Paulista foi fundado no mês de setembro de 1910, em São Paulo, no Sudoeste do Brasil e é considerado, atualmente, um dos maiores clubes do país. Continue lendo este artigo do Jogo Hoje e saiba tudo sobre a história do Corinthians.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) do ano de 2021, o Timão soma 30 milhões de torcedores, garantindo a segunda maior torcida do Brasil.

Arena Corinthians vista em ângulo aberto, lotada de torcedores em todos os setores do estádio

Entre os títulos do Corinthians, segundo a Fifa, estão 2 bicampeonatos mundiais, 7 brasileiros, 3 copas do Brasil, 1 Supercopa, 1 Libertadores da América e 30 campeonatos paulistas.

QUAL A HISTÓRIA DO CORINTHIANS?

Este é um tópico curioso. Para quem não sabe, o Sport Club Corinthians foi fundado por um grupo de operários.

Relatos históricos mostram que, na noite de 1º de setembro de 1910, os operários Anselmo Corrêa, Antônio Pereira, Carlos Silva, Joaquim Ambrósio e Raphael Perrone se reuniram sob à luz de um lampião na esquina das ruas José Paulino e Cônego Martins, no bairro do Bom Retiro, na capital paulista, com a ideia de criar um time.

Tradicionalmente, as cores do clube são o preto e o branco.

O objetivo era disputar um campeonato de várzea na cidade, visto que apenas times elitistas participavam do campeonato oficial.

O grupo foi então formado com 13 integrantes. Os primeiros 5 sócios-fundadores e 8 moradores do bairro convidados. O primeiro presidente do time foi o alfaiate Miguel Battaglia.

O primeiro campo do Corinthians ficava na Rua José Paulino e foi apelidado de “Lenheiro”, por ter servido como depósito de lenha anteriormente. O grupo alugou o terreno e aplainou o local, transformando-o em um campo para jogar futebol.

Já o primeiro jogo aconteceu no dia 14 de setembro, com presença de plateia. Há menos de duas semanas de sua criação, o Corinthians perdeu por 1 a 0 para o União da Lapa, um dos melhores clubes de várzea da época.

A primeira escalação corinthiana tinha: Valente, Perrone, Atílio, Lepre, Alfredo, Police, João da Silva, Jorge Campbell, Fabbi, César Nunes e Joaquim Ambrósio. Como técnico, estava Rafael Perrone, um dos fundadores da equipe.

Jogadores da primeira escalação do Corinthians

No ano de 1913, houve uma grande mudança no futebol. É que, a partir deste ano, a Liga Paulista de Futebol (Campeonato Oficial) permitiu a entrada de clubes de várzea no torneio.

O Corinthians já era considerado, nas décadas de 20 e 30, um dos grandes times locais. Além disso, somava títulos. Ganhou 9 campeonatos nas duas décadas.

Daí em diante, o Timão se estabelecia como um time grande, garantindo treinamento para times de base.

A década de 40 ficou marcada como um período de jejum de títulos. Em seguida, os anos 50 coroaram a volta por cima do clube, que renovou o time, mesclou jogadores experientes com os da base e venceu títulos como campeonatos estaduais e Torneio Rio-São Paulo.

Outro longo período de jejum se estabeleceu após essas conquistas, apesar da passagem de Garrincha pelo clube e do ídolo Rivelino.

Já em 1977, o Corinthians voltou a ser campeão do campeonato Paulista, com ajuda do jogador Palhinha. Sócrates e Biro-Biro chegaram em seguida para fazer parte de um momento histórico do futebol brasileiro.

Com as dificuldades na década de 80, a diretoria e o presidente do clube na época precisaram ser afastados.

Dessa forma, o sociólogo Adilson Monteiro Alves foi escolhido como diretor da parte de futebol do clube. Ele tinha o costume de ouvir a opinião dos jogadores.

A DEMOCRACIA COMO MARCO DA HISTÓRIA DO CORINTHIANS

O contexto foi primordial para firmar a Democracia Corinthiana. Em meio a dois jogadores bastante politizados – Sócrates e Wladimir -, as decisões do futebol eram tomadas de forma coletiva, por votação e pregando o respeito pela vontade da maioria.

Imagem histórica da Democracia Corinthiana, onde jogadores do Corinthians exibem, no gramado, faixa com a frase "ganhar ou perder, sempre com democracia"

Entre essas decisões estavam o tempo e local das concentrações e até quais seriam os novos jogadores do Timão.

Os jogadores usavam estampas nas camisas em prol da abertura política como “Diretas Já” e “Voto direto para presidente”.

Neste período de Democracia Corinthiana, o clube conquistou os Campeonatos Paulistas de 1982 e 1983.

Entre os anos de 84 e 85, as decisões de tipo coletiva ruíram, com o antigo tipo de comando do time ao técnico sendo retomado.

Já os anos 90 foram recheados de comemorações para o torcedor corinthiano.

O clube foi Campeão Brasileiro em 1990, 1998 e 1999; Campeão Paulista em 1995, 1997 e 1999; Campeão da Copa do Brasil em 1995.

O declínio para a Série B em 2007 foi o episódio mais triste da história do Corinthians. No ano consequente, retornou para a Série A e realizou ótima campanha no Brasileirão.

Foi campeão do Campeonato Brasileiro em 2011, da Copa do Brasil em 2002 e 2009 e da Copa Libertadores da América e do Mundial Interclubes em 2012.

Desde 2014 que a equipe manda seus jogos na Neo Química Arena. A torcida do Corinthians é conhecida popularmente como “A Fiel”. Trata-se da segunda maior do Brasil, ficando atrás apenas para a do Flamengo.

Sagrou-se campeão do Campeonato Brasileiro de 2015 e 2017. Neste último, também conquistou o campeonato Paulista, feito que repetiu em 2018 e 2019.

POR QUE O CORINTHIANS SE CHAMA CORINTHIANS?

O nome Corinthians foi inspirado por uma equipe inglesa que passava pelo Brasil na época. O Corinthians Football Club fazia excursão pelo país e os operários fundadores gostaram do nome, decidindo batizá-lo.

Torcida do Corinthians erguendo bandeirão do escudo do clube

QUAL É O MAIOR RIVAL DO CORINTHIANS?

Segundo a história do Corinthians, o seu maior rival é o Palmeiras.

Trata-se do clássico mais equilibrado do país. São 374 jogos com 132 vitórias do Palmeiras, 129 vitórias do Corinthians e 113 empates. Nestes confrontos, foram marcados 1.027 gols, sendo 536 do Palmeiras e 491 do Corinthians.

TÍTULOS DO CORINTHIANS E O QUE O CORINTHIANS NÃO TEM?

Com uma história recheada de títulos, fica difícil saber o que o Corinthians ainda não tem. Afinal, em todos esses anos, o clube soma diversas conquistas nacionais e internacionais.

Ao todo, são 55 títulos oficiais, sendo 1 Honraria, 2 Mundiais, 2 Continentais, 12 Nacionais, 7 Interestaduais e 31 Estaduais.

  • Honraria: Tríplice Coroa Internacional (2013)
  • Mundiais: Copa do Mundo de Clubes da FIFA (2000 E 2012)
  • Continentais: Copa Libertadores da América (2012) e Recopa Sul-Americana (2013)
  • Nacionais: Campeonato Brasileiro (7x) – 1990,1998,1999,2005,2011,2015 e 2017.
  • Copa do Brasil (3x) – 1995,2002 e 2009.
  • Supercopa do Brasil – 1991
  • Campeonato Brasileiro Série B – 2008
  • Interestaduais: Torneio Rio-São Paulo (5x) – 1950,1953,1954,1966 e 2002.
  • Taça dos Campeões Rio-São Paulo (2x) – 1929 e 1941.
  • Estaduais: Campeonato Paulista (30x) e Copa Bandeirantes (1994)

Elenco do Corinthians campeão mundial em 2012, erguendo taça da conquista

Ufa! São muitos títulos. Mas, afinal, com todas essas conquistas, o que o Corinthians ainda não tem?

O título que o Corinthians ainda não tem é a Copa Sul-Americana.

HINO DO CORINTHIANS

“Salve o Corinthians,
O campeão dos campeões,
Eternamente
Dentro dos nossos corações.

Salve o Corinthians
De tradição e glórias mil;
Tu és o orgulho
Dos esportistas do Brasil.

Teu passado é uma bandeira,
Teu presente, uma lição
Figuras entre os primeiros
Do nosso esporte bretão.

Corinthians grande,
Sempre Altaneiro
És do Brasil
O clube mais brasileiro.”

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Mercado

Atacante de 33 anos estava no futebol chinês O atacante Henrique Dourado tem um novo clube para a sequência da sua carreira. Nesta terça-feira, o...

Flamengo

Treinador argentino evita falar em reforços e garante foco em recuperar time na La Liga e Champions League O técnico Jorge Sampaoli tem o...

Mercado

Peruano terá 1ª experiência no país O dia está agitado para o Racing Club. Depois de garantir o título da 1ª edição da Supercopa da...

Futebol

Último clube do treinador foi o Atlético-GO, em 2020 Após três anos longe da área técnica, o treinador Cristóvão Borges está de volta ao futebol....