O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Futebol

Camisas da Seleção Brasileira: Confira quais as mais bonitas da história

Detalhes da Camisa da Seleção Brasileira

O Jogo Hoje elenca quais as camisas que mais são lembradas pelos torcedores do país do futebol

Quais camisas da Seleção Brasileira são consideradas as mais bonitas? O Jogo Hoje preparou uma lista com todas as camisas mais amadas pelos brasileiros para relembrar os mantos amarelinhos – azuis também – que encantaram os admiradores de futebol. 

Maior campeã em Copas do Mundo, a Seleção Brasileira possui uma das histórias mais ricas do futebol mundial. Em mais de 100 anos de gols e jogadas antológicas, o Brasil também ficou conhecido pela camisa Canarinha, que dá uma identidade única ao time. 

Assim, com 5 títulos mundiais, além das taças de Copa América e das Confederações, várias camisas do Brasil ficaram no imaginário de torcedores e admiradores de futebol ao redor do mundo. 

As camisas da Seleção Brasileira mais icônicas

1930 – Copa do Mundo (Uruguai)

Camisas do Brasil em Copas do Mundo: 1930 a 2022 - Superesportes

Diferente do habitual amarelo, o uniforme brasileiro na primeira Copa do Mundo era predominantemente branco com detalhes em azul. Nesta ocasião, o Brasil não foi bem sucedido na estreia dos Mundiais. 

Em grupo com Iugoslávia e Bolívia, acabou ficando apenas na 2ª colocação e sendo eliminado ainda na 1º fase. Os uruguaios – donos da casa – acabaram conquistando o título. 

1950 – Primeira Copa do Mundo no Brasil

Elenco da Seleção Brasileira de 50 - Elencos

A 1ª Copa do Mundo sediada no Brasil é considerada um dos episódios mais tristes da história da Seleção Brasileira. Usando branco, que após esse torneio seria abolido devido à superstição, o time nacional era franco favorito ao título, mas acabou sendo superado pelo Uruguai, na final, no episódio que ficou parecido como Maracanazo. 

1958 – Copa do Mundo (Suécia)

Seleção Brasileira Copa do Mundo 1958

O traje da 1ª conquista. Após bater na trave 8 anos antes, o Brasil chegou à Suécia com um jovem de 17 anos, alcunhado de Pelé, que viria a se tornar o Rei do Futebol. 

Assim, utilizando azul e a camisa amarela, que se tornou a grande marca da Seleção Brasileira e havia estreado no torneio 4 anos antes, o time nacional trouxe seu primeiro título nacional após bater os donos da casa por 5 a 2.

1962 – Copa do Mundo (Chile)

Morre Zito, um dos maiores da história do futebol brasileiro - ESPN

A 2ª vez. Quatro anos após o 1º título, o Brasil chegou à Copa do Mundo pensando em igualar Uruguai e Itália, únicos bicampeões do torneio até então. 

Com camisas muito parecidas ao que se viu em 1958, a Canarinha perdeu Pelé, lesionado, durante o torneio e contou com o brilho de Garrincha para levantar o segundo troféu. 

1970 – Copa do Mundo (México)

Quando a preparação faz a diferença: o "Planejamento México" e a Seleção Brasileira de 1970

Se o modelo da camisa não chamava muita atenção, o futebol apresentado na Copa do Mundo do México encantou o planeta. 

O estrelado esquadrão de Gerson, Jairzinho, Tostão, Rivellino, Carlos Alberto e Pelé utilizava um uniforme que não possuía desenhos, estampas e tinha poucos detalhes. 

Apesar disso, o desempenho da Seleção acabou imortalizando a camisa amarela na primeira Copa do Mundo transmitida em cores no Brasil. 

1982 – Copa do Mundo (Espanha)

Elenco da Seleção Brasileira 1982 - Elencos

Primeira camisa após a troca da Confederação Brasileira de Desportos (CBD) para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o manto utilizado pela Seleção em 1982, na Espanha, também chamava atenção pela simplicidade. 

Vestindo um time que também encantou o mundo pela qualidade técnica, a camisa canarinha ficou imortalizada apesar da doída desclassificação do time de Zico, Sócrates e Júnior. Naquela ocasião, o Brasil acabou caindo nas quartas de final para a Itália, que conquistaria o torneio. 

1994 – Copa do Mundo (Estados Unidos)

É teeeetra: relembre cinco fatos marcantes da campanha da Seleção em 1994 | Jovem Pan

A camisa que foi usada na campanha do tetracampeonato é marcada por simbolismos. Produzida pela empresa inglesa Umbro, o uniforme amarelo possui 3 marcas d’água com o símbolo da CBF, em alusão aos 3 títulos mundiais conquistados previamente. 

O 2º padrão, em cor azul e com detalhes em branco, também seguia esse mesmo modelo. 

1998 – Copa do Mundo (França)

Os marcantes uniformes da Copa de 98

Primeiro uniforme de Copa do Mundo produzido pela Nike, a camisa de 1998 foi marcada pelo vice-campeonato diante da França. Inclusive, o símbolo da patrocinadora foi inserido na parte frontal da camisa.

Apesar disso, a camisa é considerada muito elegante, mesmo apresentando traços mais simples se comparada com a antecessora. O uniforme possui uma lista grossa na manga, acompanhada de duas mais finas. Outra mudança importante se contra na gola, que passou a ser redonda.  

2002 – Copa do Mundo (Japão e Coreia do Sul)

Caneladas do Vitão: A escalação dos sonhos da seleção brasileira! - 20/04/2020 - Esporte - Agora

Na última vez em que ergueu a taça da Copa do Mundo, a Seleção Brasileira aliou um futebol muito técnico com um uniforme elegante. Também produzido pela Nike, a camisa de 2022 chamou atenção pela grande quantidade de listras. 

Assim, na camisa amarela, várias listras verdes eram vistas, enquanto no uniforme dois, predominante azul, os detalhes tinham a cor branca.  

Outro detalhe adicionado à vestimenta dos brasileiros foi a implementação de um forro dentro da blusa, para diminuir a transpiração do atleta. 

2014 – Copa do Mundo (Brasil)

Relembre as seleções que mais decepcionaram na Copa de 2014

Anfitriões da Copa do Mundo pela 2ª vez, os brasileiros tiveram uma indumentária bastante caprichada em 2014. 

Em mais uma coleção produzida pela Nike, a Seleção Brasileira apostou, mais uma vez, no amarelo (camisa 1) e no azul (uniforme 2). 

A camisa canarinha chamava atenção pela elegância com poucos detalhes. Predominantemente amarela, a vestimenta possuía a gola em V e os punhos verdes. Já o uniforme 2 chamava atenção pelo contraste entre diferentes tons de azul, além de usar a fonte e o símbolo do fornecedor em branco. 

Apesar do belo conjunto de uniformes, o futebol apresentado não foi dos mais bonitos. Assim, após suar para avançar contra Chile e Colômbia no mata-mata, o Brasil acabou goleado por 7 a 1 nas semifinais pela futura campeã, Alemanha. 

Qual a camisa da Seleção Brasileira mais amada?

Recentemente, o Globo Esporte produziu uma enquete para saber dos fãs de futebol qual a camisa mais bonita entre as que foram campeãs do mundo com a Seleção Brasileira. 

Na eleição em questão, a camisa utilizada por craques como Bebeto, Romário, Branco, Raí e Leonardo, na Copa dos Estados Unidos, em 1994, foi eleita como a mais bela. 

Fecham o pódio a camisa azul, que foi usada na Copa da Suécia, em 1958, e em 3ª lugar, o uniforme do último título, na Coréia e no Japão, em 2002. 

A camisa atual da Seleção Brasileira

Em ritmo final de preparação para a Copa do Mundo, no Catar, a partir do dia 22 de novembro, a Seleção Brasileira conheceu os seus 2 uniformes oficiais no início do mês de agosto. 

O 1º uniforme traz a tradicional camisa amarela com punhos e gola em azul e verde. Denominado como “Garra Brasileira”, o manto ainda conta com um botão azul logo abaixo da gola.

O 2º  padrão, predominantemente na cor azul, recebeu um tratamento com maior riqueza de detalhes. Além da coloração, a camisa tem nas mangas detalhes que lembram a pelagem de uma onça pintada em tons de verde e preto. camisa da seleção brasileira

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Mercado

Atacante de 33 anos estava no futebol chinês O atacante Henrique Dourado tem um novo clube para a sequência da sua carreira. Nesta terça-feira, o...

Flamengo

Treinador argentino evita falar em reforços e garante foco em recuperar time na La Liga e Champions League O técnico Jorge Sampaoli tem o...

Mercado

Peruano terá 1ª experiência no país O dia está agitado para o Racing Club. Depois de garantir o título da 1ª edição da Supercopa da...

Futebol

Último clube do treinador foi o Atlético-GO, em 2020 Após três anos longe da área técnica, o treinador Cristóvão Borges está de volta ao futebol....