O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Futebol Internacional

Ronaldo diz que é “palhaçada” falar que Brasil vendeu Copa do Mundo de 1998

Ronaldo diz que é "palhaçada" falar que Brasil vendeu Copa do Mundo de 1998
Na final da Copa do Mundo de 1998, Brasil perdeu por 3 a 0. Foto: Reprodução/Twitter @Flow Podcast

Em entrevista ao Flow Podcast, o ex-atacante Ronaldo Fenômeno comentou sobre uma teoria divulgada por alguns de que o Brasil teria vendido a Copa do Mundo de 1998, onde na ocasião perdeu por 3 a 0 para a França e acabou ficando com o vice. A narrativa circulou tantas vezes que até uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi criada anos atrás para analisar o caso. De acordo com essa teoria, a Seleção Brasileira teria entregue o Mundial da França para os donos da casa por estar envolvido em uma operação que envolvia Fifa, CBF, Nike, patrocinadora do Brasil, e também Ronaldo Fenômeno. Na visão do ex-camisa 9, é uma “palhaçada” acreditar nessa narrativa.

“Foi horrível, palhaçada. Falaram que vendemos a Copa do Mundo para o Governo da França, que a Nike fez não sei o que com a Adidas. Umas teorias, umas coisas mais loucas. E isso não fica no âmbito do torcedor, não. Vai para a imprensa, para a TV, para a CPI, olha o absurdo. Isso tira toda a nossa credibilidade. Estou ali e sou vendido? Está me chamando do quê? Brasileiro gosta muito de teoria da conspiração”, afirmou Ronaldo, que sofreu uma convulsão horas antes do duelo ante a França, mas mesmo assim foi para o jogo – e não teve uma boa atuação.

O Brasil chegou como o favorito para a final contra a França, mas não teve uma atuação boa e foi goleado por 3 a 0, com dois gols marcados por Zinedine Zidane e outro por Emmanuel Petit. De acordo com Ronaldo, quando ele foi para a CPI, o ex-camisa 9 foi questionado sobre quem seria o responsável por marcar Zidane no escanteio que resultou no gol do francês no jogo. “(Aí) eu falei: ‘não lembro, mas quem marcou claramente não marcou bem. Claramente não marcou bem”, disse o Fenômeno.

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Futebol Internacional

Curtis “Toyz”, campeão do Worlds com a Taipei Assassins em 2012, foi preso acusado de tráfico de drogas no Taiwan

Série B

Um dos maiores campeonatos de eSports do mundo, no Warzone é palco de diversos casos de hackers, sendo um deles até o campeão

Futebol Internacional

A desenvolvedora do jogo Riot Games anunciou novas medidas de penalidades para jogadores AFK nas partidas de LoL

Barcelona

Novo vínculo do maior jogador de todos os tempos com a T1 foi inspirado no retornou do astro a NBA em 1995