O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Estaduais

Campeonatos do Nordeste: Todos que você deve conhecer

Taça da Copa do Nordeste, com adornos que remetem ao Fortaleza e ao Sport, finalistas da edição de 2022 da competição

Estaduais e regionais, as competições nordestinas são marcadas por muita rivalidade e tradição

Os campeonatos do Nordeste estão entre as principais competições do futebol brasileiro. É claro que as maiores competições do país são as que reúnem times de todas as regiões. Entretanto, é importante ressaltar a força que têm o futebol desta região. 

O futebol nordestino é uma entidade quase independente do futebol brasileiro. Isso tanto em força, quanto em tradição e sucesso. 

Dos estaduais aos regionais, com destaque para a gigante Copa do Nordeste, os campeonatos do Nordeste representam muito para o futebol brasileiro. 

Continue lendo este artigo do Jogo Hoje e saiba tudo sobre os campeonatos do Nordeste

Campeonatos estaduais do Nordeste

Vamos começar pelos campeonatos estaduais. A região Nordeste é a maior do país, com 9 Estados. São eles: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. Em todos tem futebol. 

Os Estaduais costumam abrir o calendário do futebol brasileiro. Normalmente, essas competições têm início ainda no mês de janeiro. Os campeões costumam ser conhecidos em meados de abril. 

Cada Estado adota o formato de disputa que preferir. Ou seja, alguns utilizam o formato de pontos corridos, outros optam por chaveamento com mata-mata e até formatos que misturam as possibilidades. 

Claro que alguns estaduais nordestinos são maiores e mais competitivos do que outros. Mesmo assim, nenhum deles deixa a desejar nos quesitos de uma boa competição local. 

Com 9 Estados, o Nordeste tem, consequentemente, 9 campeonatos estaduais. Conheça todos!

Campeonato Alagoano 

O Campeonato Alagoano é organizado pela Federação Alagoana de Futebol (FAF). 

A 1º edição deste estadual aconteceu em 1927. Em 2022, a competição chegou a sua 92ª edição e teve como campeão o CRB. 

O CRB, inclusive, foi o primeiro campeão estadual de Alagoas. Além disso, a equipe protagoniza a principal rivalidade local, junto com o CSA. 

No atual formato, o Alagoano reúne 10 equipes na disputa. O campeão e o vice garantem vaga para a edição seguinte da Copa do Nordeste e da Copa do Brasil. 

Os maiores colecionadores de títulos do Alagoano são também CSA e CRB. O Azulão tem 40 títulos e o Galo da Praia tem 32. 

Considerada a 3ª força do futebol alagoano, a principal do interior do Estado, o ASA é o 3º no quesito títulos estaduais. A equipe de Arapiraca tem 7 troféus. 

Pôster de Campeão Alagoano de 2022; ao centro da foto, time do CRB perfilado em pose oficial.

Campeonato Baiano 

O Baiano é o mais antigo dos campeonatos do Nordeste. Criado em 19052, é também o 2º mais antigo do Brasil, atrás apenas do Campeonato Paulista, que teve sua 1ª edição em 1902.

Como é de praxe, o Campeonato Baiano é organizado pela Federação Baiana de Futebol (FBF). Em 2022, o Baiano teve sua 118º edição e o campeão foi o Atlético de Alagoinhas. 

Assim como nos demais estaduais, a competição dá acesso ao campeão e vice para a Copa do Nordeste e Copa do Brasil. 

Os 4 últimos classificados, porém, amargam o rebaixamento para a 2ª Divisão estadual. 

Taça e bola da final do Campeonato Baiano de 2022, expostas em totens, perto da linha lateral do gramado, palco do primeiro jogo da final da competição

Campeonato Cearense

O Campeonato Cearense de Futebol é promovido pela Federação Cearense de Futebol e teve, em 2022, sua 108ª edição. 

A competição é realizada desde 1915. A 1ª divisão do Cearense reúne dez equipes na disputa. 

Na edição mais recente, inclusive, o Fortaleza conquistou o tetracampeonato. O Leão do Pici ergueu a taça pela 4ª vez consecutiva: 2019, 2020, 2021 e 2022. 

Quanto ao quesito maior campeão do Estado, há um empate. Fortaleza e Ceará, os maiores clubes do Estado e protagonistas do Clássico-Rei, são também os maiores campeões. Cada um tem 45 títulos de Campeão Cearense. 

Campeonato Maranhense 

O Campeonato Maranhense conheceu seu 1º campeão em 1918. Na edição de estreia da competição, o Luso Brasileiro foi o time que ergueu a taça. 

Nessas 101 edições, o protagonismo, porém, ficou para o Sampaio Corrêa. A Bolívia Querida é a equipe que mais vezes venceu esse estadual: são 36 títulos, incluindo o de 2022. 

Na cola do Sampaio está o Moto Club, com 26 títulos Estaduais. 

O atual formato de disputa do Campeonato Maranhense é o de pontos corridos e 8 times estão na 1ª divisão estadual. 

Elenco do Sampaio Corrêa erguendo a taça de Campeão Maranhense de 2022

Campeonato Paraibano 

Os clubes da Paraíba disputam o troféu de campeão estadual desde 1908. De lá para cá foram 105 edições. 

O atual formato tem 10 times na 1ª divisão e um sistema de disputa misto: um turno classificatório e playoffs. 

O 1º campeão paraibano da história foi o Parahyba e o maior campeão paraibano é o Botafogo-PB, com 30 títulos. 

Em 2º lugar neste ranking está o Campinense, que tem 21 títulos, inclusive o de 2022. 

A 3ª força no quesito quantidade de troféus de campeão paraibano é o Treze, também de Campina Grande, com 16 títulos. 

Jogadores, familiares e membros da comissão técnica do Campinense reunidos em volta da taça de campeão paraibano de 2022, exibindo medalhas no pescoço e comemorando a conquista do título

Campeonato Piauiense

O Campeonato Piauiense teve, até hoje, 105 edições realizadas desde 1916. Assim como os demais estaduais, o futebol do Piauí também tem 1ª e 2ª divisões no estadual. 

O atual campeão Piauiense é o Fluminense-PI, que venceu o Parnahyba por 1×0 nos dois jogos da final de 2022. 

Apesar do título, o Fluminense-PI está longe de ser o maior campeão do Estado do Piauí. Esse título pertence ao River-PI, que possui 31 troféus. 

O Flamengo-PI é o 2º maior campeão, com 17 títulos, seguido do Parnahyba, com 13. 

Campeonato Pernambucano 

Pernambuco é uma das grandes forças do futebol nordestino e brasileiro. Sendo assim, o Campeonato Pernambucano é um dos que chama a atenção durante a temporada. 

Realizando de maneira ininterrupta desde 1915 – atualmente pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF) – este Estadual chegou à 107ª edição em 2022. O Pernambucano tem 3 divisões, sendo a 3ª de acesso à 2ª e a 2ª de acesso à 1ª. 

Na elite do futebol pernambucano, 10 times disputam o título. O atual sistema de competição é misto: pontos corridos na 1ª fase e mata-mata na segunda fase. 

O Sport Club do Recife é o maior campeão pernambucano da história e com folga. O Leão da Praça da Bandeira já ergueu o troféu em 42 oportunidades. 

Porém, o rubro-negro foi campeão pela última vez em 2019.

Em 2020, o Salgueiro conquistou o título pela 1ª vez na história. Depois disso, o Náutico, garantiu o bicampeonato, vencendo em 2021 e 2022. 

É do Santa Cruz o 2º lugar no ranking, com 29 troféus, enquanto o Timbu é o 3º, com 24 conquistas. 

Campeonato Potiguar

O Campeonato Potiguar reúne os melhores do Estado do Rio Grande do Norte na 1ª divisão. 

A competição organizada pela Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol (FNF) tem 2 divisões, com a 2ª sendo acesso para a 1ª. 

Atualmente, o Potiguar tem 8 equipes na 1ª divisão, que brigam pelo título no sistema de pontos corridos. 

O 1º campeão Potiguar da história foi o América de Natal, em 1919. Já o maior vencedor é também o mais recente: o ABC. Campeão em 2022, a equipe de Natal tem 57 títulos ao todo. 

Campeonato Sergipano 

Organizado pela Federação Sergipana de Futebol (FSF), o Campeonato Sergipano teve sua 99ª edição realizada em 2022. A 1ª edição deste estadual aconteceu em 1918, há 104 anos. 

Atualmente, 10 times estão na 1ª divisão do Sergipano, que adota o sistema de disputa de pontos corridos. 

O 1º vencedor da história foi o Cotinguiba, em 1918. O vencedor mais recente é também o maior detentor de títulos deste campeonato. 

O Sergipe levou o troféu em 2022, chegando a 36 conquistas do Campeonato Sergipano. São 15 a mais que o Confiança, 2º maior campeão do Estado. 

Troféu Nordeste e outros campeonatos do Nordeste: os primeiros regionais

A rivalidade entre as equipes do Nordeste é forte e antiga. Não à toa a 1ª competição regional aconteceu ainda em 1923: o Troféu Nordeste. 

Esse torneio reuniu campeões e vices dos Estados da Bahia, Pernambuco e Paraíba, além dos principais clubes de Alagoas. 

Depois disso, a Copa Cidade de Natal, realizada entre 1946 e 1947, contou com times de Pernambuco, do Ceará e da Paraíba, além do anfitrião Rio Grande do Norte. 

No ano seguinte, em 1948, uma nova competição regional reforçou a rivalidade e competitividade dos times de futebol nordestino. O Torneio Campeões do Nordeste reuniu os clubes campeões estaduais para uma competição no Recife. 

Após o Torneio Campeões do Nordeste, os clubes tiveram um hiato de 11 anos até um novo campeonato regional. Em 1959, teve início o Grupo Nordeste da Taça Brasil. 

Como de praxe, a competição reunia clubes nordestinos. O campeão garantia vaga na disputa da Zona Norte-Nordeste da Taça Brasil.

Outra competição regional foi realizada apenas em 1966. Apesar de reunir campeões estaduais nordestinos que faziam boas campanhas na Taça Brasil – o Campeonato Brasileiro da época -, a competição chamava-se Copa dos Campeões do Norte. 

Deste torneio, participaram 5 clubes dos estados da Bahia, de Pernambuco e do Ceará. 

A lista de competições regionais tem ainda o Torneio Norte-Nordeste, realizado entre 1968 e 1970. Esta competição reunia o campeão do Torneio do Norte e do Torneio Nordeste. 

Já em 1975 e 1976, o regional da vez foi o Torneio José Américo de Almeida Filho. 

O surgimento da Copa do Nordeste, o principal dos campeonatos do Nordeste

Todos esses campeonatos regionais citados basicamente “andaram” para que a Copa do Nordeste “pudesse correr”. O torneio que hoje é um dos maiores do país, e o principal do campeonatos do Nordeste, teve suas primeiras edições no início dos anos 1990. A 1ª foi em 1994. 

Mas até se tornar o que é hoje, o Nordestão teve hiatos. Entre 1995 e 1996, por exemplo, não houve disputa da Copa do Nordeste. O retorno aconteceu em 1997, passando a ser organizada pela CBF. 

Então, o torneio aconteceu anualmente até 2003, saindo novamente do calendário em 2004 e ficando de fora até 2012. Uma exceção, porém, aconteceu em 2010. 

Desde 2013 que a Copa do Nordeste voltou de vez para o calendário e tem sido um verdadeiro sucesso. 

Taça da Copa do Nordeste em exibição. Ao fundo, logo com o nome da competição.

Foto: CBF/Divulgação

Em 19 edições realizadas, a Lampions League teve 9 campeões. Bahia e Vitória são os maiores campeões, com 4 conquistas cada. O Sport possui 3 títulos e Ceará e Fortaleza foram campeões em 2 oportunidades. 

Já América de Natal, Campinense, Santa Cruz e Sampaio Corrêa possuem uma conquista cada.

Nas edições de 2013 e 2018, respectivamente, Campinense e Sampaio Corrêa foram os únicos campeões a conquistarem o torneio sem levar nenhum gol em casa. 

Qual o critério de classificação para a Copa do Nordeste?

As equipes participantes da Copa do Nordeste podem entrar direto na fase de grupos ou na Pré-Copa do Nordeste. 

Para esta segunda opção, há 4 critérios diferentes de classificação. O 1º abrange 9 vagas. A equipe melhor classificada em cada um dos campeonatos estaduais, com exceção das que já obtiveram vaga na fase de grupos, se classificam para o Pré-Nordestão. 

O 2º critério compreende 3 vagas: as equipes melhores classificadas em cada um dos estaduais do ano anterior, das 3 melhores federações nordestinas no Ranking da CBF. Novamente excluindo aquelas classificadas para a fase de grupos ou pelo critério 1.

O 3º critério assim como o 1º abrange 9 vagas. A equipe melhor posicionada no Ranking da CBF do ano anterior de cada um dos estados do nordeste, excluindo as que se classificaram para a fase de grupos ou pelos critérios 1 ou 2.

Já o 4º e último critério dá 3 vagas para as equipes mais bem posicionadas no Ranking da CBF, independente do seu estado, excluindo as que já estão na fase de grupo ou garantiram vaga pelos critérios anteriores. 

Dessa maneira, 24 equipes disputam a Pré-Copa do Nordeste. As 8 melhores passam para a 2ª fase e as demais para a 1ª fase. Os times que vencerem os confrontos da 3ª fase chegam à Fase de Grupos. 

Fase de Grupos da Lampions League 

Para um time entrar na competição direto na Fase de Grupos há 2 critérios. O 1º classifica 9 equipes: os campeões estaduais da temporada anterior. 

O 2º critério dá 3 vagas para as equipes mais bem posicionadas no Ranking da CBF do ano anterior de cada uma das 3 melhores federações nordestinas, excluindo as classificadas pelo 1º critério.

O que ganha o campeão da Copa do Nordeste?

O campeão da Copa do Nordeste em 2022 foi o Fortaleza, que venceu o Sport na final. Graças ao título, o Leão do Pici levou R$ 1 milhão em premiação. Este valor se soma aos R$ 2,56 milhões garantidos no decorrer da disputa.

Ou seja, no total, a Copa do Nordeste rendeu R$ 3,56 milhões em premiação para o  Fortaleza.  Já o Leão da Ilha do Retiro embolsou R$ 500 mil pelo vice-campeonato. 

O título do Nordestão também garantiu ao Fortaleza a classificação para a 3ª fase da próxima edição da Copa do Brasil. 

Esta é a etapa da Copa do Brasil em que os campeões de outros torneios nacionais e dos classificados para a Libertadores ingressam. Ou seja, a equipe cearense não precisará disputar a 1ª e 2ª fases do torneio. 

Quantas Copas do Nordeste cada time tem?

Os times da Bahia são os maiores detentores de título da Copa do Nordeste. Tanto Vitória quanto Bahia tem 4 troféus cada.

O Vitória conquistou as edições de 1197, 1999, 2003 e 2010 da competição. Enquanto o Bahia levou em 2001, 2002, 2017 e 2021. 

O 3º maior campeão é o Sport, dono dos títulos de 1994, 2000 e 2014. 

Ceará e Fortaleza possuem dois títulos cada. O Vozão levou em 2015 e 2020 e o Leão em 2019 e 2022. 

As conquistas “na era moderna” do Nordestão frisam, inclusive, o crescimento do futebol cearense no cenário atual. 

Por fim, América-RN, Campinense, Santa Cruz e Sampaio Corrêa possuem uma taça do Nordestão cada. 

Qual time tem mais títulos no Nordeste?

O futebol cearense vive um grande momento. A fase é excelente principalmente para o Fortaleza. O atual campeão cearense e da Copa do Nordeste é o líder no ranking de títulos entre os clubes da região. 

O Leão do Pici tem 17 conquistas no século 21, considerando títulos oficiais de campeonatos estaduais, regionais e nacionais. 

A performance do Fortaleza neste século lhe rendeu 14 títulos do Campeonato Cearense, a Série B e de 2018 e as Copas do Nordeste de 2019 e 2022. 

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Futebol Internacional

Curtis “Toyz”, campeão do Worlds com a Taipei Assassins em 2012, foi preso acusado de tráfico de drogas no Taiwan

Série B

Um dos maiores campeonatos de eSports do mundo, no Warzone é palco de diversos casos de hackers, sendo um deles até o campeão

Futebol Internacional

A desenvolvedora do jogo Riot Games anunciou novas medidas de penalidades para jogadores AFK nas partidas de LoL

Futebol Internacional

Cotada como underdog, a EDG venceu a favorita DWG por 3-2 e faturou seu primeiro título mundial na final mais assistida da história