O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Série C

Série C pode ser disputada em pontos corridos a partir de 2023, entenda

Taça da Série C
Lucas Figueiredo/CBF

A Série C pode ter uma mudança no seu modelo de disputas a partir de 2023. Nesta quinta-feira, a Associação Nacional de Clubes de Futebol (ANCF) revelou que fará uma proposta de alteração no formato de disputa do campeonato. No documento, a ser encaminhado à CBF, o órgão pedirá que a Terceirona passe a ser disputada em um formato de pontos corridos, assim como já acontece nas Séries A e B.

A Rádio CBN Diário, de Florianópolis, antecipou o projeto. Para a rádio, o presidente do órgão, Francisco Battistotti, explicou o projeto, garantindo que isso proporciona um campeonato mais justo.

“Na primeira semana de janeiro temos uma reunião na CBF com os líderes da Série C para acertar e tentar convencê-los a mudar a fórmula do campeonato. Tem uma disparidade muito grande. Se fizermos pontos corridos, um jogando contra o outro, é mais justo. É como uma Série B. Não sei o que a CBF pensa ainda. É mais caro, mas você também tem que buscar recursos. Quando faz pontos corridos, o produto melhora também”.

Mesmo assim, esta não é a primeira vez que um modelo de pontos corridos é assunto de debate na Série C. A proposta já entrou em pauta em outras oportunidades, mas o projeto acabou nunca indo para frente. Isso por causa dos custos envolvidos na alteração do modelo, com maior número de viagens e jogos. Hoje, todos os custos de arbitragem e deslocamento estão na conta da CBF, que se utiliza dos valores pagos pela DAZN pelos direitos de transmissão do campeonato.

O novo modelo

Com isso, mais uma vez, esse poderá ser um empecilho sobre a mudança. Isso porque a ampliação do torneio continuaria refletindo em aumento de custos, algo que ou a CBF ou os clubes precisariam se dispor a arcar. O maior número de partidas, porém, também poderia proporcionar aumento de receitas para a confederação e para as equipes.

Um primeiro passo na ampliação já foi dado em 2020, quando entrou em vigência a atual fórmula de disputa, com a segunda fase do campeonato sendo disputada em dou grupos quadrangulares. Assim, neste modelo, os times da Série C jogam 18 (se eliminados na 1ª fase), 22 (se não chegarem à final) ou 24 (finalistas) jogos. Mas, em caso de ampliação, o modelo de preveria 38 partidas para cada um dos 28 clubes, independentemente do desempenho de tabela. Assim, essa possível alteração ampliaria o calendário de todas as 20 equipes que disputam a divisão.

Em 2022, esses times serão ABC-RN, Altos-PI, Aparecidense-GO, Atlético-CE, Botafogo-PB, Botafogo-SP, Brasil-RS, Campinense-PB, Confiança-SE, Ferroviário-CE, Figueirense-SC, Floresta-CE, Manaus-AM, Mirassol-SP, Paysandu-PA, Remo-PA, São José-RS, Vitória-BA, Ypiranga-RS e Volta Redonda-RJ. Dessas, porém, apenas 12 estarão na Série C de 2023, que seria a primeira no novo formato.

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Série B

Um dos maiores campeonatos de eSports do mundo, no Warzone é palco de diversos casos de hackers, sendo um deles até o campeão

Futebol Internacional

Curtis “Toyz”, campeão do Worlds com a Taipei Assassins em 2012, foi preso acusado de tráfico de drogas no Taiwan

Futebol Internacional

A desenvolvedora do jogo Riot Games anunciou novas medidas de penalidades para jogadores AFK nas partidas de LoL

Barcelona

Novo vínculo do maior jogador de todos os tempos com a T1 foi inspirado no retornou do astro a NBA em 1995