O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Bombando

Verstappen: de ‘menino-prodígio’ a campeão da F1

Verstappen: de 'menino-prodígio' a campeão da F1 - Jogo Hoje
Foto: Divulgação/Twitter da F1

Ter um novo campeão na Fórmula 1, o 34º da história, era uma questão de tempo. Estava escrito. Não é por acaso que o holandês Max Verstappen ganhou o apelido de “menino-prodígio”. Desde sua estreia na categoria, ele se acostumou a estabelecer recordes por conquistar resultados nas pistas que ninguém havia conseguido com tão pouca idade. Faltava apenas ganhar o Mundial. Faltava. Neste domingo, aos 24 anos, ele finalmente escreveu seu nome na história.

Verstappen foi o piloto mais jovem a testar um carro de Fórmula 1, em 2014, aos 17 anos e 3 dias, e também o mais jovem a participar de um Grande Prêmio, em 2015, na Austrália, aos 17 anos e 166 dias. Aos 17 anos e 180 dias, foi o piloto mais jovem a pontuar em uma corrida. Finalmente, aos 18 anos e 228 dias, no GP da Espanha de 2016, o mais novo a ganhar uma corrida e também o mais novo a subir ao pódio.

A carreira precocemente vitoriosa pode ser explicada por um talento incomum de guiar com velocidade. Mas Verstappen demorou para controlar e saber lidar com a forma arrojada de pilotar, que no início da carreira o fez protagonizar algumas lambanças. A primeira delas, ainda em 2014, antes de fazer sua estreia pela F1, quando bateu com o carro (na época, uma Toro Rosso) durante uma exibição em Roterdã, na Holanda, apesar de estar em baixíssima velocidade. Quem viu aquela cena dificilmente imaginaria que estava diante de um futuro campeão da categoria.

O gosto por velocidade era previsível. Max Verstappen é filho de um ex-piloto de F1, Jos Verstappen, que em oito temporadas disputou 107 provas e subiu ao pódio duas vezes. Jos foi a principal referência para o filho, mas não a única. A mãe de Max Verstappen corria de kart e um de seus avôs gostava de disputar provas de endurance. Não tinha como Max não gostar de velocidade. Difícil era prever que ele se tornaria a maior estrela da família.

A origem de Max Verstappen é um pouco controversa. Ele nasceu no dia 30 de setembro de 1997 na cidade de Hasselt, na Bélgica, de onde vem a família da mãe. Entretanto, o piloto tem nacionalidade holandesa, assim como seu pai, Jos. Durante os primeiros anos de F1, ele evitou dizer se era belga ou holandês e afirmava que sua mãe e seu pai poderiam ficar chateados. Atualmente, na Fórmula 1, ele é tratado como piloto holandês.

Números

24 anos
7 temporadas
1 título
20 vitórias
60 pódios
13 poles

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Série B

Um dos maiores campeonatos de eSports do mundo, no Warzone é palco de diversos casos de hackers, sendo um deles até o campeão

Futebol Internacional

Curtis “Toyz”, campeão do Worlds com a Taipei Assassins em 2012, foi preso acusado de tráfico de drogas no Taiwan

Futebol Internacional

A desenvolvedora do jogo Riot Games anunciou novas medidas de penalidades para jogadores AFK nas partidas de LoL

Barcelona

Novo vínculo do maior jogador de todos os tempos com a T1 foi inspirado no retornou do astro a NBA em 1995