O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Bombando

Roger Federer anuncia aposentadoria do tênis aos 41 anos

Tenista Roger Federer em Wimbledon
Divulgação/Wimbledon

Suíço venceu 103 torneios na carreira

Uma das carreiras mais vitoriosas da história do tênis está perto do fim. Nesta quinta-feira, o suíço Roger Federer anunciou sua aposentadoria do esporte profissional. Ele afirmou que a Laver Cup, na próxima semana, será o seu último torneio no circuito da ATP, aos 41 anos de idade.

A aposentadoria de Roger Federer

O anúncio de Roger Federer veio por meio de um vídeo nas redes sociais. Dono de vários recordes na carreira, o tenista suíço afirmou que vai continuar jogando tênis, mas não mais nos Grand Slams ou nos torneios do circuito.

“Eu joguei mais de 1.500 partidas por 24 anos. O tênis me presenteou de formas mais genuínas que eu poderia imaginar, e agora eu tenho que reconhecer que é o momento de encerrar minha carreira competitiva”.

Ele continuou: “A Laver Cup, na próxima semana, em Londres, vai ser o meu último evento ATP. Eu vou continuar jogando tênis no futuro, é claro, apenas não nos Grand Slams ou no tour”.

Além disso, ele também comentou sobre as lesões e problemas físicos que o vem acompanhando nos últimos anos. “Os últimos três anos apresentaram desafios para mim, na forma de lesões e cirurgias. Eu lutei muito para voltar à plena forma competitiva. Mas eu também sei das capacidades e limites do meu corpo”.

A Laver Cup

Agora, Roger Federer se prepara para a última competição de sua carreira profissional. Sem jogar desde agosto de 2021, no torneio de Wimbledon, o suíço vinha lutando para se recuperar de lesões e voltar ao ritmo elevado, mas vai retornar apenas para se despedir das quadras.

Assim, seu último torneio será a Laver Cup, que acontece entre os dias 23 e 25 de setembro, em Londres. Mesmo sem aparecer no ranking da ATP pelo ano de inatividade, ele foi convidado para disputar o torneio pela Equipe Europa, ao lado de Casper Rudd (#2), Rafael Nadal (#3), Stefanos Tsitsipas (#6), Nobak Djokovic (#7) e Andy Murray (#43).

Do outro lado, o time Mundo terá Taylor Fritz (#12), Félix Auger-Aliassime (#13), Diego Schwartzman (#17), Francis Tiafoe (#19), Alex de Minaur (#22) e Jack Sock (#127).

Roger Federer

Ao longo de 24 anos de carreira profissional, Roger Federer somou 103 títulos de simples, sendo 20 Grand Slams, 28 ATP1000, 24 ATP500, 25 ATP250 e 6 ATP Finals. Isso fora as oito conquistas de duplas.

Assim, a carreira do suíço já soma 1251 vitórias e 275 derrotas nos jogos de simples, além de 131 triunfos de duplas e 92 derrotas. E isso o coloca como o tenista com mais títulos e com mais vitórias na história do esporte.

Seu 1º slam veio em 2003, no torneio de Wimbledon, que ele voltaria a ganhar em mais sete oportunidades. Também foram seis títulos do Australian Open, cinco no US Open e apenas um em Roland Garros.

O Grand Slam da carreira veio em 2009, com o único título no saibro francês da sua carreira. Ele passou alguns anos como maior vencedor da história dos GS, mas foi ultrapassado neste ano por Novak Djokovic (21) e Rafael Nadal (22).

Tenista Roger Federer

Divulgação/ATP Tour

Além disso, Federer também ganhou um ouro olímpico em Pequim-2008, nas duplas, e uma prata em Londres-2012, no torneio de simples. E não para por aí, ele é o 2º tenista com mais tempo na liderança do ranking da ATP em toda a história. Entre 2004 e 2018, foram 310 semanas como melhor tenista do mundo, com direito a uma sequência de 237 semanas sem sair da ponta do ranking.

Mas os recordes ainda vão além. Federer é o atleta mais vezes premiado na história do Prêmio Laureus, o único a vencer três Grands Slams em três temporadas diferentes (2004, 2006 e 2007) e o único com dois GS em quatro temporadas seguidas (2004-2007).

Assim, com tantas marcas, Roger Federer é considerado um dos maiores nomes da história do tênis – ou até mesmo o maior, para muito fãs do esporte da bola amarela. Mas, curiosamente, ele é o 2º nome dessa restrita lista a se aposentar neste mês. Isso porque Serena Williams pendurou a raquete ao fim do US Open. Ela venceu 23 títulos de Grand Slam em simples, outros 16 em duplas e mais quatro ouros olímpicos.

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Futebol Internacional

Curtis “Toyz”, campeão do Worlds com a Taipei Assassins em 2012, foi preso acusado de tráfico de drogas no Taiwan

Série B

Um dos maiores campeonatos de eSports do mundo, no Warzone é palco de diversos casos de hackers, sendo um deles até o campeão

Futebol Internacional

A desenvolvedora do jogo Riot Games anunciou novas medidas de penalidades para jogadores AFK nas partidas de LoL

Barcelona

Novo vínculo do maior jogador de todos os tempos com a T1 foi inspirado no retornou do astro a NBA em 1995