Bombando

Premier League: Liverpool bate Fulham em jogão de 7 gols e Chelsea vence Brighton em casa

Reds conseguem virada dentro de casa e os Blues seguraram resultado mesmo com um a menos A Premier League contou […]

Premier League: Liverpool bate Fulham em jogão de 7 gols e Chelsea vence Brighton em casa - Trent Alexander-Arnold, lateral-direito do Liverpool

Foto: Divulgação/Liverpool

Reds conseguem virada dentro de casa e os Blues seguraram resultado mesmo com um a menos

A Premier League contou com dois grandes jogos neste começo de domingo (3), com triunfos de Liverpool e Chelsea que testaram o coração do torcedor.

O Liverpool venceu o Fulham por 4 x 3, de virada, em Anfield, com show de Alexander-Arnold. Já o Chelsea bateu o Brighton por 3 x 2, em Stamford Bridge, mesmo tendo um jogador a menos durante todo o 2º tempo.

Classificação da Premier League

Com esta vitória, o Liverpool assumiu provisoriamente a 2ª colocação da Premier League, com 31 pontos, a 2 pontos do líder Arsenal, que tem 33. Os Reds ainda podem perder posição caso o Manchester City vença o Tottenham. O Fulham é o 14º lugar, com 15 pontos.

Enquanto isso, o Chelsea continua na 10ª posição, com 19 pontos, e tenta se aproximar do bloco de times da Premier League que lutam por vaga nas competições europeias. Já o Brighton estaciona na 8ª colocação, com 22 pontos.

Liverpool bate o Fulham de virada com show de Alexander-Arnold

Trent Alexander-Arnold, lateral-direito do Liverpool
Foto: Divulgação/Liverpool

Os Reds fizeram um grande jogo em Anfield contra o Fulham. Com maior domínio ofensivo, os donos da casa criaram bastante, mas o ataque não estava nos seus melhores dias. Dessa forma, os jogadores de meio-campo e defesa resolveram.

Os visitantes, muito aplicados, fizeram bem o seu papel e quase saíram com um grande resultado na partida, tendo virado durante o segundo tempo para 3 x 2, mas tomaram uma nova virada em dois minutos, logo após os 40 do 2º tempo.

O Liverpool abriu o placar aos 20 da 1ª etapa com Arnold bateu falta, ela bateu no travessão e pegou nas costas do goleiro Leno antes de entrar. O Fulham empatou aos 24, com Harry Wilson.

MacAllister, aos 38, de fora da área, desempatou para os Reds. Mas os visitantes empataram novamente aos 48, com Tete. A virada do Fulham veio no 2º tempo com aos 35, com Bobby Dercodova-Reid, de cabeça.

Mas a virada do Liverpool aconteceu aos 42 e 43 minutos, com gols de Endo e Alexander-Arnold, levando a torcida ao êxtase numa grande vitória.

Chelsea bate o Brighton com show de Enzo Fernández e com força para segurar o resultado

Enzo Fernández, meio-campista do Chelsea
Foto: Divulgação/Chelsea

Os Blues voltaram a vencer na Premier League num jogo de muita força para segurar o resultado, depois de ficar com um a menos em todo o segundo tempo, diante de um Brighton que, apesar de estar oscilando, segue muito perigoso.

O Chelsea saiu na frente aos 16 do 1º tempo, em gol de Enzo Fernández de cabeça. A pressão deu resultado e os donos da casa ampliaram aos 20 com Colwill, também de cabeça. O Brighton diminuiu aos 43 com Buonanotte. Aos 45, Gallagher tomou o 2º cartão amarelo e foi expulso.

O 2º tempo foi de pressão do time visitante, enquanto o Chelsea tentava resistir à pressão, mas também ampliar sua vantagem, até que conseguiu. Aos 19, de pênalti, Enzo Fernández fez o 3º.

Os visitantes seguiram em cima e só conseguiram diminuir o marcador aos 46, em gol do brasileiro João Pedro. Mas não foi suficiente para sair de Londres com um bom resultado na Premier League.

 

Mais notícias e informações quentinhas sobre esportes você vê no Jogo Hoje

COMPARTILHE

Bombando em Bombando

1

Bombando

F1: na Ferrari a partir de 2025, Lewis Hamilton quer repetir trabalho de diversidade feito na Mercedes

2

Bombando

Tênis: João Fonseca vence chileno, avança às quartas e faz história no Rio Open

3

Bombando

F1: equipes iniciam pré-temporada com testes no Bahrein

4

Bombando

NBA: LeBron James revela que aposentadoria “está chegando”

5

Bombando

F1 e FIA se posicionam sobre caso Horner, chefe da RBR investigado por ‘conduta imprópria’