Bombando

Nicholas Santos é tetracampeão mundial na Piscina Curta aos 42 anos e anuncia aposentadoria

Brasileiro venceu os 50m borboleta com direito a recorde do campeonato Um dia histórico para a natação brasileira. Aos 42 […]

Nicholas Santos é tetracampeão no Mundial de Piscina Curta

Divulgação

Brasileiro venceu os 50m borboleta com direito a recorde do campeonato

Um dia histórico para a natação brasileira. Aos 42 anos, Nicholas Santos é tetracampeão no Mundial de Piscina Curta ao garantir o ouro nos 50m borboleta. Ele é o 1º atleta a garantir um tetracampeonato mundial na mesma prova da natação, além de ser o campeão mundial mais velho da história do desporto aquático.

Após a prova, o nadador anunciou a sua aposentadoria das piscinas. Assim, ele afirmou que essa foi a última prova de sua carreira e garantiu um encerramento com chave de ouro e recorde. Ao todo, Nicholas somou 16 medalhas em Mundiais (12 em Piscina Curta, 4 em Piscina Longa) e 3 em Jogos Pan-Americanos.

A vitória de Nicholas Santos

A vitória de Nicholas dos Santos foi apertada. Isso porque a marca do brasileiro (21.78s) foi apenas 0,18s mais rápida que a do 2º colocado, o suíço Ponti. Além disso, o pódio foi fechado pelo húngaro Szabo, 0.20s mais lento que o brasileiro.

De quebra, Nicholas ainda conseguiu garantir o recorde do campeonato. A marca mais rápida para os 50m borboleta na histórica do Mundial de Piscina Curta já era do brasileiro, com 21.81s em 2018, quando cravou o seu 2º ouro.

Além disso, Nicholas ficou a apenas 0.03s do recorde mundial, dividido entre ele e pelo medalhista de bronze Szebasztian Szabo. Respectivamente em 2018 e em 2021, o sul-americano e o europeu cumpriram a prova em 21.75s.

E Nicholas Santos é tetracampeão

A vitória em Melbourne foi a 4ª de Nicholas Santos em Mundiais nas provas de 50m borboleta. Na carreira do experiente atleta, ele já soma nove medalhas nesta entre os Mundiais de Piscina Curta e de o Mundial de Natação (Piscina Longa). Contando as outras provas dos Mundiais, ele somou 16 medalhas na carreira, sendo 12 n piscina curta.

Sobre os 50m, ele se sagrou campeão em Istambul 2012, Hangzhou 2018, Abu Dhabi 2021 e Melbourne 2022, além de ter uma prata em Doha 2014. Além disso, nas provas de longa, ele soma pratas em Kazan 2015, Budapeste 2017 e Budapeste 2022, além de um bronze em Gwangju 2019.

COMPARTILHE

Bombando em Bombando

1

Bombando

F1: equipes iniciam pré-temporada com testes no Bahrein

2

Bombando

NBA: LeBron James revela que aposentadoria “está chegando”

3

Bombando

F1 e FIA se posicionam sobre caso Horner, chefe da RBR investigado por ‘conduta imprópria’

4

Bombando

Liga das Nações de Vôlei terá 18 seleções a partir de 2025

5

Bombando

Atleta paralímpico paraibano entra para Livro dos Recordes com marca nos 100m rasos