O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Bombando

Manifestante invade gramado com bandeira LGBT no Catar

Manifestante com bandeira LGBTQIA+ na Copa do Catar
Reprodução/SporTV

Copa do Mundo vem sendo marcada por protestos

Mais uma manifestação pelos direitos humanos tomou espaço no Copa do Mundo. Nesta segunda-feira, um manifestante invadiu o gramado de Portugal x Uruguai com uma bandeira arco-íris, símbolo dos movimentos de luta pelos direitos da população LGBTQIA+.

O protesto aconteceu no estádio Lusail, o maior construído para a disputa do Mundial. E, por parte da torcida, houve um misto de vaias e aplausos.

Protesto

A invasão aconteceu ainda no início do 2º tempo. Pouco depois dos cinco minutos, o torcedor entrou no campo portando a bandeira e com uma camisa que trazia os dizeres “salve a Ucrânia” na frente e “respeito às mulheres iranianas” nas costas.

As pautas dos direitos sociais vêm sendo assunto constante na Copa do Mundo. Isso já acontece desde antes mesmo do início dos jogos, uma vez que há muitas questões em voga sobre direitos humanos no Catar.

O país árabe, por exemplo, pune a homossexualidade com prisão. Além disso, as obras para a realização do Mundial sofreram com mortes de operários e acusações de exploração sobre trabalhadores imigrantes. Assim, esta edição do Mundial acontece com marcas de protestos e repressão às manifestações.

O manifestante

Durante a invasão, a transmissão da Fifa não exibiu as imagens do manifestante e focou no árbitro. Isso segue o protocolo das transmissões da Confederação, que não exibem invasões de campo em geral. Depois, o torcedor foi detido por dois seguranças e retirado do estádio.

Bandeira LGBTQIA+ na Copa do Catar

Reprodução/SporTV

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Mercado

Atacante de 33 anos estava no futebol chinês O atacante Henrique Dourado tem um novo clube para a sequência da sua carreira. Nesta terça-feira, o...

Flamengo

Treinador argentino evita falar em reforços e garante foco em recuperar time na La Liga e Champions League O técnico Jorge Sampaoli tem o...

Mercado

Peruano terá 1ª experiência no país O dia está agitado para o Racing Club. Depois de garantir o título da 1ª edição da Supercopa da...

Futebol

Último clube do treinador foi o Atlético-GO, em 2020 Após três anos longe da área técnica, o treinador Cristóvão Borges está de volta ao futebol....