O que você está procurando?

  • América-MG
  • Athletico-PR
  • Atlético-GO
  • Atlético-MG
  • Avaí
  • Botafogo
  • Ceará
  • Corinthians
  • Coritiba
  • Cuiabá
  • Flamengo
  • Fluminense
  • Fortaleza
  • Goiás
  • Internacional
  • Juventude
  • Palmeiras
  • Red Bull Bragantino
  • Santos
  • São Paulo
  • Bahia
  • Brusque
  • Chapecoense
  • CRB
  • Criciúma
  • Cruzeiro
  • CSA
  • Grêmio
  • Guarani
  • Ituano
  • Londrina
  • Náutico
  • Novorizontino
  • Operário Ferroviário
  • Ponte Preta
  • Sampaio Corrêa
  • Sport
  • Tombense
  • Vasco
  • Vila Nova

Bombando

Fifa reprime protesto de torcedores iranianos na Copa do Mundo

Lance de Irã x Gales, na Copa do Mundo Fifa
Divulgação/Copa do Mundo

Irã venceu País de Gales em jogo de poucas manifestações

Ao contrário do que aconteceu na estreia, o jogo da Seleção Iraniana não foi marcado por protestos nesta sexta-feira. Pelo contrário, a vitória por 2×0 sobre o País de Gales teve a marca de repressão da Fifa aos protestos dos torcedores do Irã. Isso incluindo a abordagem de seguranças a um dos isolados casos identificados de protesto no estádio Ahmad Bin Ali.

Os protestos do Irã

No 1º jogo iraniano, contra a Inglaterra, os jogadores tinham silenciado ao hino, vaiado por parte da torcida. Além disso, muitas faixas e bandeiras do movimento “Woman Life Freedom” também apareceram nas arquibancadas. Mas isso não se repetiu dessa vez. Contra Gales, os iranianos cantaram o hino discretamente, mais uma vez ao som de vaias do público.  Nas arquibancadas, as bandeiras e faixas quase desapareceram.

Mas o momento de maior destaque foi registrado em fotos. Uma torcedora exibiu uma camisa com o nome de Masha Amini, jovem que virou símbolo da luta pelo direito das mulheres no país persa. Seguranças abordaram a torcedora e a mandaram guardar a camisa. O Irã vive um momento de forte agitação política e social.

As ações da Fifa

Ao longo desta Copa do Mundo, a Fifa vem atuando ativamente para coibir manifestações em tom de protesto e sobre pautas como os direitos humanos. O exemplo máximo fica por conta dos vetos da Entidade conta as braçadeiras dos capitães com mensagens em apoio à comunidade LGBTQIA+.

Outro exemplo fica ao redor das camisas da Bélgica. O 2º uniforme do país tinha a palavra “love” (amor, em inglês), escrita na parte interna da camisa. Mas a Fifa também vetou a presença da palavra, que trazia mensagem de diversidade e inclusão.

Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Futebol Internacional

Curtis “Toyz”, campeão do Worlds com a Taipei Assassins em 2012, foi preso acusado de tráfico de drogas no Taiwan

Série B

Um dos maiores campeonatos de eSports do mundo, no Warzone é palco de diversos casos de hackers, sendo um deles até o campeão

Futebol Internacional

A desenvolvedora do jogo Riot Games anunciou novas medidas de penalidades para jogadores AFK nas partidas de LoL

Futebol Internacional

Cotada como underdog, a EDG venceu a favorita DWG por 3-2 e faturou seu primeiro título mundial na final mais assistida da história