Bombando

Dona do Vasco, 777 Partners encaminha compra do Everton, da Inglaterra

Holding tem participação em clubes como Sevilla, Genoa e Hertha Berlin O grupo 777 Partners, dono da SAF do Vasco da […]

Abdoulaye Doucouré comemora gol pelo Everton contra o Sheffield United

Divulgação/Everton

Holding tem participação em clubes como Sevilla, Genoa e Hertha Berlin

O grupo 777 Partners, dono da SAF do Vasco da Gama, está perto de acertar a entrada em mais uma grande liga europeia. Dessa vez, o alvo é o futebol inglês, com uma negociação avançada para a compra do Everton. A expectativa é que o acordo seja finalizado ainda nesta semana.

O Everton e a 777 Partners

A informação da aproximação entre Everton e 777 Partners foi antecipada pela imprensa estadunidense e britânica, por veículos como Bloomberg e BBC. O grupo de Josh Wander avança para comprar partes do clube, que tem o britânico-iraniano Farhad Moshiri como sócio majoritário, com 94% das ações.

O empresário veria a negociação com bons olhos, como uma oportunidade para reaver parte dos investimentos que fez no clube desde 2016. Segundo o Daily Mail, a negociação pode girar em torno de 600 milhões de libras esterlinas (R$ 3,7 bilhões). Esta é a segunda vez que o 777 Partners avança para a compra do Everton, depois de uma oferta rejeitada no início deste ano.

Josh Wander, sócio do 777 Partners, no CT do Vasco da Gama
Josh Wander é o principal nome do 777 Partners – Rafael Ribeiro/CRVG

Os clubes da 777 Partners

Hoje, a holding estadunidense detém parte de sete clubes de futebol ao redor do planeta no seu portfólio. No Brasil, o representante do grupo é o Vasco da Gama, que tem 70% das ações da sua SAF ligadas ao grupo há pouco mais de um ano. Caso o acordo com o time de Liverpool seja concluído, ele será o oitavo clube.

Além disso, essa compra também permite ao grupo completar presença em todos os principais mercados do futebol europeu. O 777 Partners já está presente na Itália (99,9% do Genoa), na França (100% do Red Star), na Alemanha (64,7% do Hertha Berlin) e na Espanha (12% do Sevilla).

Além disso, o grupo também detém 99,7% do Standard Liège, da Bélgica, e 70% do Melbourne Victory, da Austrália. A empresa foi fundada em 2015, em Miami, e vem ampliando a sua lista de clubes nos últimos anos, mas também faz investimentos em outras áreas, tendo o futebol como apenas um dos seus braços: aviação, seguros, financias de consumo e comércio, finanças de litígio, empréstimo direto e mídia e entretenimento – com o futebol incluído neste último.

Time do Hertha Berlin comemora em frente à sua torcida, no estádio
Hertha Berlin foi a última aquisição do 777 – Divulgação/Hertha BSC

Mais notícias e informações quentinhas sobre futebol e outros esportes você vê no Jogo Hoje

COMPARTILHE

Bombando em Bombando

1

Bombando

F1: equipes iniciam pré-temporada com testes no Bahrein

2

Bombando

NBA: LeBron James revela que aposentadoria “está chegando”

3

Bombando

F1 e FIA se posicionam sobre caso Horner, chefe da RBR investigado por ‘conduta imprópria’

4

Bombando

Liga das Nações de Vôlei terá 18 seleções a partir de 2025

5

Bombando

Atleta paralímpico paraibano entra para Livro dos Recordes com marca nos 100m rasos